28 de nov de 2013

Drummer Girl - capítulo 10

Mas não entendo. Eu amo meu colégio, tem aula de música, várias atividades extracurriculares e um montão de coisa para se fazer. O ensino é igual ao das escolas particulares, e não temos que usar aqueles uniformes que parecem de uma novela mexicana, chamada Rebeldes.
Será que ele não aguentou a pressão? O povo de lá pode ser cruel, só é preciso saber com quem andar.
Parei com meus pensamentos quando Pattie continuou a falar:
- E depois que tudo aconteceu, Justin não foi mais o mesmo. – ela disse, triste. NÃO ESTOU ENTENDENDO NADA, MAS BALANÇO A CABEÇA COMO SE COMPREENDESSE. E um lado de mim queria saber o que estava acontecendo. Todos os lados queriam, para dizer a verdade.
Alguém me explica por que ela está dizendo isso? Não que eu não queira ouvir, mas... É estranho. Só que eu meio que a entendo, porque é muito bom desabafar com desconhecidos que você nunca mais vai ver na vida. Digo por experiência própria. Mas será que ela nunca mais quer me ver?
- Summer, só digo isso para que você tenha paciência com Justin. – ah, obrigada por explicar.
- Ok. – disse sem jeito e depois ajudei ela a colocar a mesa.
Ia perguntar o por que de ter que “ter paciência” com Justin, mas quando criei coragem ele apareceu. Jogou a bolsa no sofá da sala e passou a mão nos cabelos quase loiros. Magnífico. Ele não vira que eu estava observando, mas sabe quando as pessoas sentem o olhar sobre elas? Eu acho que isso é um instinto ou sei lá, um sexto sentido. Ele tinha esse instinto barra sexto sentido. Assim que ele me viu, ele pareceu um pouco surpreso e ficou sério novamente.
Fingi arrumar os pratos na mesa para não sustentar aquele olhar questionador.
Pattie pediu para ele chamar Chaz. Ryan não almoçaria lá hoje. Justin subiu as escadas meio rápido, e logo os dois desceram juntos. A mesa já estava posta, e Pattie já havia colocado a comida.
Comemos em silêncio dessa vez, porque Ryan não estava lá para fazer piadas idiotas.
Assim que terminamos, fomos para a garagem. Olhei para Chaz, em busca de uma explicação de por que estávamos ali, tão quietos. Mas ele não virava a droga da cabeça para mim, de modo que eu supus que tudo o que eu estava achando esquisito era (estranhamente) normal para eles.
- Que música vamos tocar hoje? – perguntei.
- Que música você quer tocar? – Justin fez outra pergunta – Por favor, não diga que é One Direction, não diga que é Britney Spears, nem Demi Lovato ou The Wanted... – ele disse mais para si mesmo, do que para mim, mas aquilo meio que me irritou. Porque não é porque todo mundo gosta desses cantores que eu tenho que gostar também.
E como diz minha mãe, eu não sou todo mundo.
Respirei fundo e respondi (como se não tivesse ouvido seu comentário):
- Hum. Acho que Scar Tissue seria legal. – falei olhando para a camiseta dele, do Red Hot Chilli Peppers. Ele franziu a sobrancelha um pouco, mas acatou a escolha, já indo em frente ao pedestal.
Chaz sorriu para mim, como se eu tivesse acertado na decisão. Sorri de volta, e me reposicionei na bateria.
Chaz começou com a guitarra, eu esperei o tempo certo de começar com a bateria, quando Justin começou a cantar. O que aconteceu a seguir foi muito estranho, porque eu quase não conseguia tocar a bateria para tentar ouvir a voz dele com mais clareza. Porque a voz dele era maravilhosa, e o jeito como ele se movimentava diante do pedestal também. Algumas partes da música – em especial o refrão – ele fechava os olhos. Ele definitivamente nasceu para isso. Para cantar.
Depois de um tempo, Ryan chegou meio esbaforido. Nosso cover de Scar Tissue estava bom, mas com o baixo ficaria melhor. Ele acenou para mim, e foi nesse momento que me desconcentrei, e perdi o ritmo.
A música parou. Justin se virou irritado, mas não disse nada. Não para mim, quero dizer.
- Ryan está atrasado. – ele disse secamente.
- É que eu tinha uma apresentação na escola. Recuperação, você sabe. – ele disse sorrindo um pouco. – Mas como o lema da minha mãe é primeiro a obrigação e depois a diversão... – Justin o cortou.
- Isso não é diversão. – ele falou.
E nisso se estendeu uma discussão desnecessária por um tempo.
Olhei no meu relógio e me sobressaltei vendo que já eram 15:00. Ou seja, hora de ir embora. Por mais que a banda seja importante, ela não é minha vida. Inteira, quero dizer. Ainda tem a escola...
... até eu me formar.
Realmente espero que depois disso eu viva em uma van com a minha banda Canadá a fora.
Chaz viu minha expressão e disse que ia me levar embora. Eu sorri agradecida, e Justin e Ryan continuaram a se encarar, ambos os olhares fulminantes.

Ainda bem que o Chaz era tão legal (mesmo que eu não admita isso para ele) porque ele também é o mais sincero. Poderia perguntar para ele tudo que estava acontecendo. 

------------------ 
Oi gente, tudo bem com vocês? Em primeiro lugar, antes de eu começar a falar da minha vida, eu quero pedir desculpa para vocês. Já estou de férias e já são 01:30, e só agora eu lembrei de postar o capítulo #tchonga. Amanhã a tarde eu posto uma crônica ou um conto, ou one shot, não tenho certeza do quê... Minha vida ta uma loucura, ano que vem vou mudar de escola e todo esse sentimentalismo está me sufocando. Porque eu sou sentimental. Meu melhor amigo vai se mudar provavelmente. E eu odeio como eu me sinto presa dentro de uma fic, porque eu meio que estava começando a gostar dele.
Enfim, chega de mimimi, beijos!
Fiquem bem por favor, 
Audrey. 
-- Sei que não estou no direito, mas 11 comentários? (insira a cara do gato do shrek aqui) 

15 comentários:

  1. AAAAAAAH fui a primeira a comentar u.u BAHSBABA awnn amor amo sua fic você escreve demais. e eu quero saber qual é a do Jus porque ele é tão quetão assim BAHAHABA a e quanto ao mudar de escola eu ja passei por isso e sei bem como é :c tive que me separar dos meus melhores amigos e por mais que juremos manter contato nunca é a mesma coisa né . af deprê isso, mais rlx você vai conhecer pessoas novas e vai aprender a amar elas tbm BABAHAHAHAHA CHEGA JA FALEI DEMAIS bjs lindona !

    ResponderExcluir
  2. Só por causa do olhar do gatinho eu vou comentar !! Mentira amo sua fic sempre vou comentar !!
    Bjs gaby

    ResponderExcluir
  3. Sinto muito por tudo isso........ mais nao posso fazer nada....

    ResponderExcluir
  4. eu quero beijos, amassos, poxa

    ResponderExcluir
  5. Continua, esta perfeito!

    ResponderExcluir
  6. AAAAAAAAAAAAAAAAH QUE PERFEIÇÃO!! CONTINUA PELO BIEBER AMADO!!

    ResponderExcluir
  7. Hey ameeei nas o capitulo poderua ser um pouquinho maior? *carinha do gato do shreck*

    ResponderExcluir
  8. Rebeldes NÃO é REBELDE minha novela favorita <3 e o uniforme deles não são ridículos >:( eu Sempre quis uasr um daqueles acho divo e queria estudar numa escola Elite Way School U-U. EM FIM CONTINUAA

    ResponderExcluir
  9. Meu continua fazendo o favor

    ResponderExcluir