30 de out de 2012

Marry you2- tudo de novo? Véi...

Marry you 2nd season - 19º capítulo 

Duda narrando 


Fui pra casa ás seis, quando o trabalho acabou.

Okay, jantar na Pattie hoje.

Ela não falou nada de janta, mas eu to com fome, bitch!

Tomei um banho, vesti uma saia jeans desfiada, uma camiseta preta do slipknot e um all star preto.

Não era formal.

Mas se fosse, dane-se também.

Deixei o cabelo solto mesmo, peguei meu celular o colocando no bolso da saia, peguei as chaves do meu carro e parti pra casa Bieber.

(**)

Olhei no relógio.

Oito horas.

Eu estava sentada no sofá á uma hora.

Eu, Pattie e Jeremy.

SERÁ QUE AQUELE CAVALO VAI SER IDIOTA O SUFICIENTE PRA NÃO VIR?

-hã... desculpa por ter pedido pra você vir aqui atoa, duda. Eu... –pattie começou dizendo, mas foi interrompida pela voz rouca.

-transito. Desculpa. –ele disse entrando no espaço onde estávamos. Pattie se levantou no mesmo instante indo o abraçar. Mesmo com salto, Justin teve que se abaixar para abraça-la. E cara, que abraço. Justin fechou os olhos com um pequeno sorriso nos lábios, enquanto afagava as costas da mãe. Jeremy sorria ao ver a cena. Um baita sorrisão, enquanto eu, apenas me segurava e tentava não sorrir.

-e aí, filho? –jeremy fez um toque com Justin

-hey, daddy –ele sorriu, me olhou e desviou o olhar

-sei que é falta de educação mas... tô com fome –ele disse meus pensamentos, fazendo os pais rirem.

-vem duda, vamos jantar. –pattie sorriu. Me levantei e pude ter certeza que Justin olhou minhas pernas, mas desviou o olhar antes que eu o fizesse engolir os dentes.

**

O jantar foi tranquilo, conversávamos coisas legais, mas eu e Justin nos ignorávamos.
Quando estava pronta para ir embora, me lembrei o motivo disso tudo.

-ei pattie, não iria falar conosco? –perguntei. Ela entreolhou Jeremy, que assentiu

-sentem-se –jeremy pediu. Me sentei, logo Pattie e Jeremy se sentaram no sofá de frente, e Justin, bufou sem escapatória. Se sentou ao meu lado.

-eu sei que mesmo quando adolescentes vocês fizeram demais, mas... –pattie parou de dizer fitando os dedos

-vai, mãe. –Justin disse sorrindo.

-Os senhores Smith estão de volta –jeremy disse rápido

-hm... e daí? Já conseguimos o que queríamos –disse indiferente

-e eles são amigos dos senhores sparks –minha boca caiu

-cacete –justin pronunciou.

-eu os vi hoje de manhã. Falei que estavam completamente apaixonados e tal, e bom, agora eles acham que é isso –jeremy deu de ombros

-ok. E o que eu tenho a ver com isso? –perguntei vendo que ia sobrar pra mim

-precisamos que vocês fiquem juntos, pelo menos mais um tempo. –pattie disse

-não! Não e não! –balancei a cabeça negativamente

-qual a consequência? –justin perguntou com certo receio

-eles vão achar que o motivo do casamento foi pra mantermos a política da cidade.

-mas foi bem por aí mesmo –ri –a Michele sabe disso! –disse

-mas os senhores sparks não. E eles são mais rigorosos que os Smith

-então ferrou pra vocês, meus caros –disse me levantando

-para de ser egoísta Eduarda. Sabe que se eles verem alguma falha, vão fazer daqui o pior pedaço inglês! –Justin se levantou falando alto

-eu quem estou sendo egoísta? Pensasse nisso antes de ter feito o que fez!

-vai jogar isso na minha cara o resto da vida?

-deixa eu pensar... VOU! –fui caminhando até a porta

-agora, não importa nosso caso, é de uma população que estamos falando. Pequena. Mas é a nossa cultura –ele disse me seguindo. Parei de andar e engoli seco. DAMM!

Pensei por um tempo e em seguida, me virei olhando pattie e Jeremy.

-o que temos que fazer? –perguntei baixo. Vi os três relaxarem os músculos e esboçarem um sorriso.

-não pensem que eu vou fazer tudo que fizemos á três anos atrás! –disse rápido

-não precisa muito, só fingir ser um casal. –jeremy disse –e... voltar a morar na mesma casa –ele disse mais baixo, olhando o chão. Ri

-isso é exatamente uma das coisas que eu NÃO vou fazer.

-mas, duda... –pattie começou a dizer


-ah, não. Não rola, não mesmo –abri a porta, quando eu estava prestes a sair ouvi a voz de justin soar mais alta.

-por que, Eduarda? Tem medo de não se controlar comigo por perto? –tenho, mas não daria gosto a esse sorriso vitorioso.

O mirei de boca aberta. Ele sabia que eu tinha meu orgulho lá em cima e não conseguia não reagir as provocações. ELE ESTÁ USANDO ISSO CONTRA MIM .

-não! –foi a única coisa que consegui mentir. Quer dizer, responder.

-então por que não topa logo? –ele foi se aproximando de mim ainda com o sorriso estúpido e sedutor no rosto.

-cara, entendo sua necessidade de conviver comigo mas dá um tem...

-sabe que não consegue me ter por perto sem ter seus lábios colados aos meus, né? –ele riu

-O QUE? Quer saber de uma coisa? Amanhã depois do trabalho eu vou pra casa e nós vamos 
conviver juntos. SEM.SE.QUER.NOS.TOCARMOS.

-vou estar esperando –ele deu de ombros sorrindo. Eu podia ter ficado ali, parada apreciando cada detalhe de seu rosto, mas quando dei por mim, já tinha batido a porta e saído dali.


QUE DROGA EU FIZ???


**

-----------------X----------------

Uou Uou iê iêi, 
Sem você não vivereeeeeei (8) 

HEY GATAS! 
Bem? 
Eu nem tava bem, saí botando os bofes pra fora! 
Tipo, eu ia na casa de uma amiga minha hoje, e tinha uma parte da sala me chamando pra sair, e eu ia tentar ir nos dois só que não. 
EU. NÃO. FUI. EM. NADA. 

E peguem o mico que eu paguei ainda por cima: 
Eu tava com tontura, e vontade de vomitar 
EU NÃO TO GRÁVIDA, TA? u-u
Aí eu ia no dentista, nem consegui, parei e sentei no meio da rua .-. 
Depois, a caminho da casa da minha amiga, fui passar no super mercado, comecei a passar mal, quase desmaiei, aí eu fui meio que arrastada até o banco, aí minha mãe foi pegar um taxi pra irmos pra casa, e quando minha visão melhorou, percebi que só tinha gato trabalhando, e tinha um baita gatinho do meu lado. 
EU QUIS MORRER. 

Na verdade, eu estava quase lá. 

Me imagina pálida, com roupa de mendiga, se arrastando e com um tufo no lugar do cabelo. Pois é. 

E eu, fui lá na minha casa nova pra decorar meu quarto (morram de inveja, tipo, eu comprei uma penca de adesivo de notas musicais e uma grandona escrita 'music' aí eu decorei minhas paredes assim u-u) Aí quando eu tava saindo de casa, vi meu novo vizinho. Tipo... WOOOOOOOOOOW KKKKKKKK Tô morrendo aqui! Eu saio de um bairro de gatos pra ir pra outro, ai, não posso u-u E mal cheguei e já fiz amizades u-u

E no meu curso de informática? Gente, tava meu professor lá, aí ele chegou com um bombadinho falando que era amigo dele e tals, aí ele foi e colocou a cadeira pro cara sentar do MEU LADO! Eu quase surtei! Aí ele me deu aula particular .-. ai, que badalo!

Mas enfim, curtiram a IB? 
Tava vendo, daqui a pouco começa os badalos da fic. 

NOOOOOOOOOSSA, 
Eu peguei mania de falar ''ai que badalo''. Tipo, ''ai, que legal''. 
Aí eu falei aqui em casa, minha mãe pirou, falou que badalo eram as bolas dos homens .-. 
Fiquei exatamente assim ''.-.'' 

Gente, não to com vontade de responder :/ na verdade, a única coisa que to com vontade agora, é vomitar .-. 

Pra você que vai fazer festa de 15 anos e quer ajuda, fale comigo u-u

Um monte de menino atrás de mim, gente? O-O como? nem sei de nada não? u-u

Gente, agora eu vou embora, sacomé né! BUT, amanhã nem tenho aula, então, eu posso postar! WE! Mas só com uns cinquenta comentários u-u

TCHAAAAAAAAAAAAAAAAU

Bluekisses :*


26 de out de 2012

Marry you2 - culpa pattie!


Marry you 2nd season -18º capítulo

Já fazia um longo tempo que eu e Justin jogávamos

-galera, já ta tarde –Edu disse saindo da porta da cozinha.

-ta, vai dormir –disse sem tirar os olhos da bola. Ouvi ele bufar e entrar de novo.

Como disse, fazia um bom tempo que estávamos ali, só eu e Justin. Nós estávamos ofegantes e cansados, mas não daríamos o braço a torcer.

-mais uma cesta, Simpson –Justin disse e saiu correndo em direção a cesta, mas quando ele foi pular, bati em sua mão, fazendo a bola voar na casa da vizinha.

-isso tudo é inveja? Sabia que eu que iria ganhar!

-estávamos empatados! E outra, você podia ter pego a bola –ri caminhando em direção á cozinha. Justin fez o mesmo. Pegamos um copo de água e tentamos nos acalmar, aliás, foram horas e horas.

Sem dar nenhuma explicação, subi e entrei no nosso antigo quarto, fui em direção ao guarda roupa e peguei um pijaminha, das roupas que eu tinha deixado por aqui. Fui em direção ao banheiro e tomei um banho
demorado, assim que saí, dei de cara com Justin deitado na cama.

-o quartos de hospedes estão ocupados –ele pronunciou sem se mexer

-eu vou no segundo... –comecei á dizer enquanto abria a porta

-eu disse que OS quartos estão ocupados. Sabe, plural. –ele respondeu ainda seco

-eu me viro, ok? –ouvi ele murmurar um ‘’que seja’’. Bati a porta antes de sair do quarto e desci as escadas. Não iria dormir no sofá da sala. Cá entre nós, eu durmo como um monstro (:

Enfim, saí correndo em direção ao ‘’nosso cantinho’’.

Sentei no sofá cama vermelho e suspirei pesado.

Tinha o cheiro dele.

Ou talvez seja coisa minha. Sei la.

O fato é que me lembra ele.

Tentei distrair minha mente, deitei e me aconcheguei no edredom e em seguida, coloquei na mtv, e cara, ‘’always on time’’ começou a tocar me fazendo esboçar um sorriso. Não, não me lembrava o justin. Só me lembrava o tempo de bons blacks.

**

Assim que me levantei , dei um jeitinho básico no cabelo e fui caminhando até a porta da cozinha, entrando sem nenhuma preocupação.

-e aí? –murmurei passando pelos garotos que estavam comendo alguma coisa, pelo visto, fizeram um pedido. Ótimo, eu não iria cozinhar mesmo.

-hey –responderam animados. Mas entre aquele uníssono, a voz dele não apareceu. Continuei andando até subir pro quarto. Peguei uma muda de roupas e fui ao banho.

É, eu não tinha pegado todas as roupas.

Por que?

Não cabiam na mala.

E por preguiça também.

Ah, que se dane.

Vesti a roupa, mas quando abri a porta Justin estava andando de um lado pro outro, visivelmente irritado.
-que foi? –perguntei indiferente me olhando no espelho e bagunçando o cabelo um pouco mais

-será que você poderia pelo menos fingir que tem dignidade? –ele perguntou. Apenas me virei com uma sobrancelha arqueada

-esta falando comigo? Mesmo? –perguntei irônica me apoiando na penteadeira

-para de graça! É sério! –ele parou de tentar abrir um buraco no chão e me olhou ainda nervoso.
-ai, late teu lado da história –cruzei os braços revirando os olhos

-você quer mesmo passar quase pelada na frente dos meus amigos? Ta louca? –ele perguntou se perdendo um pouco nas palavras

-primeiro, eu não estava pela...

-imagina! Com um pijama meio transparente, curto, sem sutiã... ISSO ESTIMULA OS CARAS!
-segundo, se eu quisesse, poderia tirar o pijama e andar nua pela casa. Aliás, estou solteira. E terceiro, não me interrompe de novo! Filhote de cabrito! –disse ainda indiferente.

-nã, nã. Somos casados no papel –ele sorriu vitorioso

-mas ontem pra entregadora, não éramos, não é? –dei o mesmo sorriso. Ele riu.

-entendo seu ciúmes –ele sorriu ainda mais

-ah, poupe-me. Diga você, já que ficou nervosinho só por eu ter passado ali –ri

-eu não ligo

-nesse não ligar, quase abriu um buraco no chão –ele revirou os olhos saindo de lá.

Bufei. Não ficaria aqui. Então desci com minha outra roupa em mãos . Mas quando fui descer distraída o ultimo degrau da escada, acabei tropeçando.

-ei, anda! –ele continuou imóvel

-não ouvi... –quando eu ia terminar a pergunta, vi que a nossa frente, estava Jeremy e Pattie.

-Que história é essa de divórcio?–pattie disse em um tom completamente assustador, com as mãos na cintura. Jeremy apenas nos fuzilava. Olhei atrás dos dois, vendo Nolan, Chaz e Ryan de cabeça baixa

-seus x9! –disse brava
-ei, ei! Mata eles depois da nossa conversa. –jeremy disse.
-pode crer que vamos os matar –justin disse bravo também. Os três bufaram e foram saindo, aposto que iriam embora. Isso, salvem suas vidas.
Pattie e Jeremy ficaram nos fuzilando um bom tempo, me joguei no sofá esperando o sermão.
Justin logo fez o mesmo.
-maria vai com as outras –murmurei
-cala boca, biscate –ele murmurou de volta
-AI NÃO! Não, não. –Pattie disse passando as mãos no cabelo e começou a andar de um lado pro outro. Já sabemos de onde Justin tirou essa mania
-não digam que se odeiam como no colegial –Jeremy disse começando a pirar também
-bom… ódio é uma palavra tão leve, sabe… –tentei contornar a situação
-O QUE ACONTECEU? –pattie berrou, fazendo com que eu e o Justin levássemos um baita susto.
-ei, mãe. Calma –Justin disse com os olhos arregalados. Se não estivéssemos nessa situação, eu teria rido.
-vocês não podem se separar –jeremy disse
-sinto muito, já tomamos nossa decisão. Só estamos esperando meu advogado voltar com os papéis e toda burocracia
-vocês ainda não me falaram o que aconteceu! –pattie perguntou
-é que é um pouco pessoal… –comecei
-você tem cinco segundos pra começar a falar. –ela respirou fundo
-ei, pattie. Eu não vou…
-um
-é sério, não quero…
-dois.
-eu não tenho medo da sua contagem, ok?
-três.
-pattie!
-é bom eu não chegar no cinco.
-eu não vou falar…
-quatro.
-eu já disse que não vou…O justin me traiu –disse completamente amedrontada pela mulher a minha frente
-COMO É QUE É, JUSTIN DREW BIEBER? –Jeremy e pattie gritaram Juntos olhando para Justin
HAHHAHAHAHA SE FERROU
-ei, não foi assim! –ele disse pra mim
-não? Então tenta enrolar eles –arqueei as sobrancelhas. Ele apenas revirou os olhos e mirou os pais.
-seguinte, eu tive uma campanha no trabalho, trabalho difícil. Aí pra comemorar o fato de ter acabado todo trampo, nós saímos. Eu fiquei bêbado, aí minha secretária foi e se aproveitou…
-VOCÊ TRAIU ELA! –pattie gritou metendo a mão no rosto do justin. Abri a boca incrédula com a cena. Jeremy puxou pattie pra pouco mais longe.
-você dizia que a amava todo tempo. Por que fez isso, Justin? –Jeremy perguntou com certa amargura.
Na boa, eu quase tive dó do Justin.
Parece besta, mas um tapa na cara da mãe, é tenso.
Mas como eu disse, quase.
-não acredito no que estão fazendo –justin riu sínico se pondo em pé –se eu dizia que a amava todo tempo, porque acham que eu a trairia de um dia para o outro? Vocês que me conhecem a vinte anos sabem que eu sou sincero. Se eu não quisesse mais ela, teria dito. Nunca precisei me segurar á mulher nenhuma. Mas não, eu tive gosto em usar essa aliança –ele levantou a mão e sim, a aliança ainda estava ali –e agora vejo que fui um idiota em ter perdido esses três anos em que eu poderia ter tido qualquer mulher que acreditasse em mim e ter evitado essa cena estúpida dos próprios pais julgarem antes de saberem tudo que aconteceu. –Justin não demonstrou sentimento algum ao dizer aquelas palavras. Ele estava agindo indiferente. Ou pelo menos, tentando. Assim que ele terminou de dizer aquilo, ele pegou as chaves na mesinha de centro e saiu de casa.
Olhei para os dois a minha frente, Vi algumas lágrimas caírem do rosto de Pattie, enquanto Jeremy apenas a abraçava de lado.
Não.
Eles não ficariam maus assim por minha culpa.
-ei, não fiquem maus. Quem sabe Justin acha uma garota que o faça sossegar e… –tentei dizer
-você acredita nisso, duda? –Pattie disse limpando o rosto. Pensei bem.
-eu…
-a garota perfeita pra ele é você. Ai meu Deus, que mãe eu fui ao dizer aquilo pra ele? –ela se perguntou chorando no peitoral do Jer.
-você só agiu por impulso, meu amor. Mas pensa, nós ainda estamos vivos. Ainda da tempo de consertar –Ele sorriu a confortando –e nós precisamos falar com os dois sobre…
-ei –ela me olhou –depois falamos.
-falar o que? –arqueei a sobrancelha.
-ham… querida, eu vou pra casa, acabei de chegar de viagem.  Precisávamos falar com você e o Justin, Juntos. Vão lá pra casa as sete, ok?
-ok. –sorri. Não queria a deixar mal.
-nos vemos mais tarde, duda –jeremy se aproximou, dando um beijo na minha cabeça e bagunçando meus cabelos. Ouvi a risada de pattie
-eeeeeca –limpei o lugar o fazendo rir também –té mais, gente –lancei um sorriso. Assim que eles se foram, me toquei que estava em uma casa que nem era minha e sozinha ainda por cima!
Olhei em meu relógio : onze horas.
MEU TRABALHO!
Peguei uma folha qualquer e uma caneta e rabisquei um
‘’Justin, sua mãe quer falar conosco. Hoje, na casa dela, ás sete. Não sei como você está  e também não vem ao caso, mas ela está muito mal e acho que você deveria realmente ir. ‘’
Não é amigável mas é a verdade.
Peguei as chaves reservas e tranquei todas janelas que estavam arreganhadas, em seguida, tranquei a porta e saí. Coloquei a chave no bolso do short e fui caminhando –ou correndo –para o parque onde eu daria aula
-acho que a duda não vem hoje –ouvi will dizer pras crianças, que abriram um sorriso ao me ver logo atrás. Pedi silêncio pra elas e fui cautelosa até ele, gritando um ‘’boo’’. Obvio ele levou um susto. Eu parei de rir e acenei um ‘’oi’’
-desgraçada. –ele riu, junto as crianças que rolavam no chão de tanto rir
-me ama.
-talvez –ele olhou pra cima pensando. Dei um tapa em seu braço, mas ele me puxou pra ele, me dando um beijo demorado na bochecha. As crianças fizeram um ‘’eeeeeeew’’
-isso mesmo, o tio will é um nojento. Nunca façam isso antes dos 20! –disse os fazendo rir.
**


------------------------------------------xx-----------------------------------------

BLUE MINAJ

JUSTEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEN (8

*lê Justin sentindo meu body rock* 

E AÍ? O QUE ME CONTAM DE BOM? 

Ok, sei que devo explicações. 
Então, let's go :
Eu fiquei um tempão sem postar, porque dia 20 foi minha festa de 15 anos (que eu tenho MUITA coisa pra falar ) e depois disso, eu já ia postar no dia 21, só que deu pau no meu word e tava tudo salvo lá. Tipo, ele expirou, e não deixava eu nem copiar o negocio. Tive que trampar pra conseguir tirar o negocio de dentro de lá --' Só que eu juntei dois capítulos... tipo... E! 
Enfim, é só isso .-.  

Babados e micos  você encontra tudo em primeira mão, aqui, comigo :D 
Vamos começar pelo dia do meu aniversário. Fui pra escola de boa na lagoa, aí do nada, a peste do meu amigo ''sora, hoje é aniversário da rebeca'' e essa professora é meia doida, começou a cantar parabéns, aí ela começou a cantar com quem será .-. tipo, ela que puxou --' 
Firmeza, aí fizeram com meu ''irmão'', lembram do digão? Ta, passou. 
Ai eu fui responder as coisas no face, e vi lá, o dele 

''Então quer dizer que fizeram com quem será comigo? hmmm Parabéns :D" 

...
...
...
Eu quase me joguei em um rio!
(se tivesse um rio perto, porque eu não iria andar muito) 

E foram legais as mensagens. Tipo, meia noite, certinho, meu (ex) melhor amigo mandou aquelas mensagens enormes, me chamando de mo (como nós nos chamávamos) falando cada coisa linda. Só que eu ainda tava meio pra baixo por causa daquele lance do post anterior (-.-) e ele falando ''não fica assim, linda. Hoje é o seu dia'' e blá blá. Depois meu outro melhor amigo me ligou falando tudo que uma garota quer ouvir u-u Sem falar no celular que não parava. 
Por falar nisso, não vou conseguir responder todo mundo KKKKKKKK Mas Obrigada mesmo, desejo tudo em dobro pra vocês (tipo, se desejarem que eu role a ladeira, vocês vão rolar duas vezes ) 

E por falar em celular, aconteceu uma coisa trágica com ele. 
Eu fui sair do carro e esqueci que ele tava no meu colo, aí ele caiu em uma poça de água que tinha o tamanho do oceano! :D 

Sobre a festa de 15 anos, foi engraçado de mais na hora do com quem será. Tipo cada um gritou um nome diferente daí meu pai ''oxe, já ta assim?" 
E eu nem tinha ficado ansiosa .-. sério, nem um pouco. 

E MEUS GARÇONS ERAM MUITO GATOS :B Tipo, tinham a minha idade, o mais velho tinha 18, e eram muito, mais muito lindos. Aí eu virei amiga deles .-. KKKKKKKKK morri! 

E pra completar, eu caí da escada. 
Tipo, eu tava de salto enorme e começou a dar um sereninho, aí na hora que eu fui descer a escada, fui deslizando todos degraus KKKKKKK E foi muito like a boss, porque eu saí andando como se nada tivesse acontecido.

E agora, lembrei de falar do meu melhor amigo. Tipo, na quinta, ele disse que precisava falar com meu pai, daí meu pai atendeu o cel e saiu e depois não quis me falar o que era. Nem meu ex melhor amigo. Firmeza, eu queria na mesma hora entrar e falar pra vocês, só que não. Resumindo, ele falou pro meu pai que não poderia ir porque era aniversário do pai dele e tals. Mas ele falou pra todos menos pra mim --' Enfim, na hora fiquei com muita raiva, exclui o número dele (e quase fiquei de castigo porque meu pai ama ele) mas agora entendo. Tipo, ainda fiquei meio chateada, mas dane-se. Passou. Só, que eu marquei no face meus melhores amigos, T, G, G, P. Tipo, não marquei ele. Aí ele ficou puto e não fala mais comigo. E nem eu falo com ele .-. sábado vai completar duas semanas sem nos falarmos u-u Só que eu não to sentindo muito a falta dele, porque tem um menino conversando demais comigo. O ex das bitches lá KKKKKKKKKKK ele é gato e vai na minha escola me ver hoje u-u

Enfim, mais micos. 
Nem sei se eu contei o ultimo com meu amigo/inimigo. 
Eu tava andando de boa, aí minha calça tava caindo, pedi pra minha amiga levantar aí ela levantou errado e eu falei mór alto ''a calcinha não!" bem na hora que eu olhei pro lado tava uma penca de meninos e o amigo/inimigo começou a rachar .-. 
Aí, ontem, eu tava conversando com as meninas da bitch que usa sutiã muito apertado e fui falar aí eu ''vou usar o sutiã assim'' e apertei meu peito tipo imitando. Quando eu olhei pra cima, o amigo/inimigo começou a rir loucamente. Nossa véi. 

E lembram o menino da banana?
De boa na lagoa quando ''você partiu meu coração'' Aí eu olhei pra ele tipo ''rly bitch?" e ele começou a falar um monte, dizendo que era mentira, que eu acreditava nas crianças e tal. Aí ele ''gosta de menino de atitude?" e eu ''prefiro'' e ele ''então ta'' aí ele foi e me puxou pela nuca pra ele .-. Só que eu empurrei ele e saí. E pra ajudar, hoje meu amigo *cof cof* foi na escola pra me ver, aí eu fiquei até tarde conversando com ele, tipo, ele quis vir aqui em casa, só que não, não mesmo. Ae ele tava encostado no carro e eu de frente pra ele, aí o menino da banana passou, me secou, e secou o garoto até a morte. Tipo, umas três vezes KKKKKK morta ft enterrada. Ai cara, quando eu vi esse meu amigo chegar, meu coração disparou véi. Tipo, eu tava arrumada quando cheguei na escola, mas quando eu saio, to o ó! Velho, ele é perfeito. Nem vou postar fotos porque vocês são taradas u-u



EEEEEEEEEEEEEEEEEEENFIM .-. Eu ganhei mór grana, tava já juntando pra BT só que meu cel quebrou :D é avida



Enfim galera, vou nessa, depois conversamos, obg pelos coments e talvez poste hoje u-u 

Bluekisses :*










20 de out de 2012

HOT - Pool Table



                       #ImagineBelieberHot

      Era tarde quando eu adormeci, debruçada por cima dos livros, estava estudando quando aconteceu. Era uma tarde fria de inverno, e eu estava sozinha em casa, quando acordei assustada com uma mensagem que chegara em meu celular.
     “ Hey shawty, como você está ? se não estiver muito ocupada vou te pegar aí mais tarde. Você precisa conhecer minha casa, é incrível. Gostaria que você fosse a primeira a conhecer. Um beijo minha sexy lady, até mais tarde então, te amo.”
    A mensagem sem remetente era de Justin, meu namorado. As vezes suas mensagens apareciam como “sem remetente” ou “número desconhecido” porque ele sempre trocava seu chip. Alguma fã sempre descobria seu numero. Respondi a mensagem, fechei os livros e fui tomar um banho para despertar.
   Em geral, não fico muitooo animada com as mensagens de Justin, mas desta vez.. estava. Justin acabara de comprar uma casa em Calabasas, uma cidade de Los Angeles, muitos artistas moram lá, como a maioria dos Kardashians, Britney Spears entre outros. Eu realmente estava animada para conhecer sua nova casa.
   No horário combinado, Justin chegou. Desci as escadas correndo ao ouvir sua buzina. Quando apareci na porta ele já estava ao lado de fora do carro, encostado na lateral sobre uma perna e as mãos no bolso, ao me ver, sorriu.
   - Estou animado para te mostrar a minha casa amor. – Disse Justin me dando um beijo colado.
   - E eu estou ansiosa para conhecê-la príncipe. – Disse entrando no carro enquanto ele abria a porta para mim.
   No caminho, Justin foi me adiantando alguns detalhes da casa, quando no rádio tocou Domino da Jessie J (amo essa musica) aumentei o volume.
   -  I’m feeling sexy and free.... – Comecei a cantar.
   Justin me olhou de lado.
   - Quero ver você cantando isso pra mim mais tarde. – Disse ele com seu sorriso safado. Assenti envergonhada.
  Chegando aos portões, ainda no carro fiquei ainda mais ansiosa, sem saber o que esperar, enquanto os portões se abriam lentamente eu ficava cada vez mais boquiaberta, extasiada, era realmente uma linda casa, uma enorme casa, imaginei que ficaria perdida lá dentro sem a ajuda de Justin.
   Ele abriu novamente a minha porta e eu mal conseguia falar, balbuciava, gaguejava e ele apenas ria de minhas expressões.
   Ao entrarmos me surpreendi com a imensidão das escadas, pareciam não acabar nunca, não dava para ver seu término, era tudo muito lindo e impecável. Justin saiu me arrastando pela casa inteira, me mostrando cada canto. Ao passar por um extenso corredor repleto de quadros, parei, e notei que eu estava em muitos deles, eu e Justin, nossos amigos, familiares, eram todas as minhas fotos favoritas, e ele sabia disso, ele selecionara AS minhas fotos.
   - Acho melhor você começar a se acostumar com tudo amor, aonde é que você acha que vai morar quando nos casarmos ? haha. – Disse ele me abraçando por trás e me dando um beijo suave no rosto.
   Justin continuou animado a “excursão”, fomos então, finalmente ao 1º andar, ele me mostrou os quartos de hospedes, a sala de seus prêmios, seu quarto, e finalmente o seu lugar preferido na casa: o seu salão de jogos, ou como ele prefere: “Justin’s World (Mundo de Justin)” havia de tudo ali, inclusive seu inseparável Xbox ¬¬’.
   O que mais me havia chamado atenção naquela sala, era a mesa de bilhar, sua madeira era branca e o tecido vermelho, e havia uma luz central sobre ela, realçando mais ainda seu charme. Cheguei mais perto e andava ao seu redor, passando meus dedos sobre ela, era realmente a mesa de bilhar mais linda que eu já havia visto. Justin chegou sorrateiro por trás de mim e disse baixinho em meu ouvido fazendo com que me arrepiasse: “está afim de brincar um pouco sexey ?”
   - Aah, não amor obrigada, eu só estava admirando, eu não sei jogar bilhar. – Disse tentando recuperar a respiração.
   - E quem disse que era disso que eu tava falando ? – disse ele, novamente com seu sorriso safado mordendo o lábio inferior.
   Antes que eu pudesse dizer algo, Justin me virou de frente, me beijou e foi me encostando devagar na mesa de bilhar atrás de mim. Nos beijamos por um longo tempo, a mão de Justin já havia percorrido todo o meu corpo quando parou em meu bumbum, ele dava leves apertões e me puxava para si ao mesmo tempo, soltei alguns gemidos baixos ao sentir Jerry encostar em minha parte intima. Justin desabotoou sua calça, e a tirou, enquanto eu fazia o mesmo com sua camisa, fiquei meio zonza ao olhar seu abdômen perfeito, ele por sua vez me interrompeu ao tirar velozmente meu shorts e minha camiseta, ele me encostou novamente na mesa, mais forte dessa vez, e deu um forte suspiro em meu pescoço. Nos beijamos novamente quando ele pegou minha mão direita e a levou devagar ao Jerry, eu o coloquei para fora e fiz leves movimentos com a mão, fazendo com que Justin soltasse pequenos suspiros em meus lábios enquanto nos beijávamos. Ele então, tirou meu sutiã e disparou para os meus seios, passava sua língua lentamente em meus mamilos, com a mão esquerda eu acariciava seus cabelos, ele me beijou, e eu logo me ajoelhei para acariciar Jerry, dessa vez com os lábios. Justin, que desta vez gemia, segurava meus cabelos enquanto eu estava lá embaixo, retirei por fim sua cueca e ele me levantou fazendo o mesmo com minha calcinha. Ele me pegou no colo e me sentou na mesa de bilhar, me deitou suavemente e beijou o meu corpo todo parando em minha parte intima, eu já estava louca quando ele foi subindo devagar em cima de mim ainda beijando meu corpo. Nos beijamos, desta vez com mais rapidez e vontade, ele pegou em seu bolso um preservativo e por fim me penetrou, ele me olhava como se eu fosse a única mulher no mundo, com desejo, com vontade, com amor. Justin se debruçou sobre mim e novamente lambeu meus seios, sua língua brincava entre eles. Ele deitou-se ao meu lado e me “puxou” para cima dele, seus olhos se reviravam enquanto eu fazia os movimentos, ele agora estava com as mãos novamente em meu bumbum, eu suspirava cada vez mais alto, enquanto o vai-vem aumentava ele disse: “You are feeling sexy and free right now shawty ?” e mordeu o lábio novamente. Eu não consegui responder, estava completamente concentrada, gemia dessa vez. Justin me deitou sobre ele ainda com as mãos em meu bumbum e fez movimentos mais rápidos, meus gemidos saiam abafados pois minha boca estava pressionada em seu pescoço, ele por sua vez, gemia mais e mais alto, dando leves tapinhas em meu bumbum. Não demorou muito para chegarmos ao orgasmo, ficamos ali um tempo, suspirando. Mas o nosso momento foi interrompido pela campainha, eram os amigos de Justin, queriam fazer uma festa para comemorar a compra da nova casa. Fiquei um pouco desapontada, pois queria passar o resto da noite a sós com meu namorado. Justin percebeu minha decepção e disse:
   - Não fica assim minha vida, eu queria que você fosse a primeira a conhecer a casa, e assim foi, vamos comemorar com eles agora, amanhã cedo eles vão embora, você por outro lado ficará aqui para sempre.... Quer se casar comigo ? – disse ele ajoelhando-se e pegando uma caixinha que ele escondera no bolso de sua jaqueta.
   - Aaah....sim...eu...quero..amor – eu disse gaguejando.
   Ele sorriu, colocou o anel em meu dedo, beijou minha mão, levantou-se, me beijou e ao me abraçar disse baixo em meu ouvido: “Então vem ser minha, pequena”. Eu sorri, Justin me pegou no colo e me girou, enquanto o som já estava alto, novamente tocou Domino, descemos correndo para contar a boa nova ao pessoal e curtimos o resto da noite juntinhos... a galera....eu, e... meu noivo. 

16 de out de 2012

marry you2 - I HATE YOU!


Marry you 2nd season - 17º capítulo

DUDA POV’S

-cadê eles? –perguntei me apoiando no balcão da cozinha

-chegam daqui a pouco –ele disse vindo até mim

-para de ficar me olhando –ri

-não tem como –ele parou em minha frente, me deixando sem escapatória

-por que? Naquele dia teve...

-para, Duda! Para com isso! Não é assim! Você... você não me deixa falar. Não me deixa dizer a verdade!
-então vai, diz. –eu disse ao ver seu desespero

-eu não fiz aquilo porque quis. Eu estava bêbado, e ela se aproveitou.  Tanto é, que a demiti depois. Eu nunca escondi o fato de ser casado, eu nunca olhei pra nenhuma mulher sem ser você! –ele disse. Apenas soltei uma risada irônica

-para de mentir –disse baixo

-não é mentira!  Por que você só ouve o que quer? –ele perguntou com a respiração ofegante.

-porque eu sei que não é verdade! –ai. Cara, como dizer aquilo doeu.

-duda, eu nunca menti pra você! Eu te amo tanto, princesa –ele passou o polegar em meu rosto. Fechei os olhos, tirando sua mão do meu rosto.

-por que você não facilita as coisas? Para de tentar me ter de volta. Você não vai conseguir. Não importa o que aconteça. Nós nunca vamos estar juntos novamente. Você conseguiu me quebrar de uma maneira até então desconhecida. Não pelo fato, que embora tenha dado o maior passo, a traição. Mas você preferiu passar mais tempo no trabalho do que comigo. Foram tantos fatores esse ano...

-todos casais passam por algum desentendimento...

-não, Justin! Nós não somos e nem vamos voltar a ser um casal, não entende? Tudo bem, seus toques me deixam louca, mas não vamos voltar a ser como antes. Não importa o que você faça ou o que você diga. 
Você deveria agir como um homem de vinte anos e aceitar o fato. Volte a ser o antigo Justin, que não se importava. Porque eu vou voltar a ser a antiga duda.

- o que você sugere? –ele engoliu em seco

-colegial–disse. Senti meus olhos arderem. Obvio que eu não choraria, não ali. Ele passou a língua nos dentes caninos com um sorriso irônico, idêntico como ele fazia quando estava no segundo ano e estava pensando em algo maligno. Ele se afastou de mim bruscamente.
-tudo bem –ele quase me matou com os olhos. Mas antes que eu pudesse dizer qualquer coisa, a campainha tocou.

-eae –ele gritou rindo, abraçando Ry, Nolan, Chaz e Edu.

-hey, duda. Espera, por que sua esposa ta aqui? EU QUERO UMA MINA PRA MIM TAMBÉM–chaz disse rindo. Eu até riria, mas quando abri meu sorriso justin o cortou

-ela não é minha esposa. –ele disse seco. O clima ficou tenso. Todos nos fitavam

-como é? –chaz perguntou de olhos arregalaram. Ry, Edu e nolan se apressaram pra sair da cozinha e ir a qualquer lugar.

-bom, nesse tempo... hm... eu ... –comecei dizendo

-seguinte, dude. Nós legalmente ainda estamos casados, mas não por muito tempo. Já estamos em processo de divórcio, só esperar meu advogado voltar de viajem pra estar livre novamente –justin sorriu de lado. O encarei confusa –vamos jogar vídeo game?

-anh... vamos –ele estreitou os olhos. E os dois seguiram até a sala de jogos.

O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI?

Enfim, fui até a sala também. Os meninos já se ajeitavam para as partidas

-quem vem comigo? –Justin sorriu maligno. Nenhum dos meninos se pronunciou. Todos sabemos que justin é um tanto quanto... competitivo.

-vão ser bundões mesmo? –ele riu

-eu vou –disse. Eles me encararam

-que seja. Anda logo. –ele revirou os olhos se posicionando de frente para o kinect.

QUEM ESSE MOLEQUE PENSA QUE É?

Fui ao lado dele e jogamos futebol. Empate.

-droga –ele murmurou

-vamos desempatar? –perguntei

-enjoei de você –ele disse simples –vem, nolan. Guitar hero. –nolan disse algo e todos riram, mas eu estava estática.

Por que ele está me tratando com indiferença?

Fui marchando até onde os meninos estavam e puxei sem que ninguém visse, edu.

-fala criatura –ele disse com tédio.


-cu! –bufei

-não, sério mesmo que você quase me mata enforcado, me arrastou a casa inteira, enorme, diga-se de passagem, pra chegar na cozinha e falar ‘’cu’’?

-qual é o problema do cabeçudo? –perguntei em desespero andando de um lado para o outro

-primeiro, se acalma. Segundo, o que? –ele se sentou no balcão rindo.

-eu falei a verdade pra ele!

-e o que seria?

-que “nós” não existe mais.

-então você não falou a verdade, falou o caminho mais fácil!

-que seja! Aí eu falei pra voltarmos a ser como éramos.

-um casal –ele respondeu obvio

-CLARO QUE NÃO! No colegial.

-na boa, duda. Você é uma idiota e Justin ta certo –ele pulou do balcão

-comassim?

-no colegial, vocês se odiavam –ele riu

-não! Mas eu não quis dizer isso! Eu quis dizer pra sermos... colegas ao menos.

-é isso... ou você pode chegar nele e dizer que ainda o ama e vai esquecer essa baboseira toda –ele deu de ombros

-ele me traiu!

-não foi ele!

-cara, até você nessa história? –bufei

-é a verdade!

-não é!

-eu sei como você é cabeça dura. Só espero que isso não te atrapalhe. –ele disse sério.

Cara, sem drama, please!

-o que fazem aí? –Justin entrou na cozinha com os marmanjos

-viémos fazer uma boquinha. Mas não tem nada –edu respondeu rápido

-eu sei –justin riu –pedi pizza.

Ficamos conversando sobre coisas idiotas : esportes, bebidas, roupas... enfim, coisas bem idiotas.

-Justin, se passaram anos e você continua na coca cola, bro? –nolan riu, abrindo sua lata de cerveja junto aos outros meninos

-na única vez que mudei meus planos, saiu merda –ele respondeu rindo e bebendo sua coca. Respirei pesado.

Ouvimos a campainha tocar.

-ei, eu atendo –Justin disse sorrindo perverso e foi até a cozinha. Nolan riu balançando a cabeça
-que foi? –perguntei

-NADA –ryan gritou batendo no nolan

-vocês tem cinco segundos pra me falar o que aconteceu sem que eu bata em alguém –me levantei os encarando

-anh... digamos que seja uma entregadoRA –chaz coçou a nuca

-eu não me importo –empinei o nariz. Quando olhei para os quatro a minha frente que me encaram com a sobrancelha erguida.

-duas crianças –chaz riu

-Ó QUEM FALA! –berrei o fazendo rir mais.

-Duda, por que você não vai lá pegar pizza pra gente? –edu piscou falsamente

-tenho cara de empreguete ? –eles riram –só vou lá porque estou com fome! –disse. Eles gargalharam. Otários –‘.

Me levantei e fui até a cozinha, mas pra minha não tão surpresa, vi uma cena patética.
Justin estava sentado em uma das cadeiras do balcão enquanto a entregadora ruiva de micro uniforme se exibia pra ele, com direito a voltinha e tudo.  Ele deu uma piscadinha mordendo os lábios enquanto ela ia de encontro a ele. Quando ele pousou seu braço em sua cintura e fechou os olhos junto á ela, acabando com a distância, deixei de apenas respirar fundo e fui marchando até lá.

Passei por meio aos dois e peguei a caixa de pizza

-SIMPSON! –Justin gritou exasperado, se levantando, enquanto a menina tentava se equilibrar pra não cair devido meu empurrão

-oi? –perguntei me fazendo de desentendida –só vim buscar a pizza, aliás, nós estamos com fome –sorri sínica caminhando até a porta

-quem é? –a bisca perguntou

-sou esposa dele –ri. Justin bufou, enquanto ela arregalou os olhos

-você é casado? –ela perguntou

-não é mais, gata! Estamos em processo de separação, pode ficar tranquila. E a mesa do canto é mais confortável do que a mesa de centro. Fiquem a vontade –sorri dando uma piscadinha e saí de la.
-uh. Foi tenso –ouvi edu dizer e os meninos rirem

- que foi, moleque? –perguntei jogando a caixa de pizza na mesinha de centro

-considerando que você veio marchando, olhos semicerrados, está parada com a mão na cintura e a outra fechada, apoiando todo o peso no pé esquerdo, enquanto o outo bate repetidamente no chão e bufando, suponho que tenha sido tenso –ouvi um ‘’é’’ dos meninos.

-Vão pra puta que o pariu –me joguei no sofá pegando uma fatia de pizza e mordendo que nem um monstro

-cara... foi pior do que imaginamos –ryan cochichou

-não foi pior! Não foi nada, ok? Eu fui na cozinha e Justin ia se pegar com a bisca. Mas ok, sem problemas. Ele é só meu ex marido, pega nada. Não me importo, ok? –falei após engolir o pedação.

-três ‘’ok’’ em uma frase? Uh... está piorando a cada segundo–chaz riu.

-eae, galera? –Justin entrou na sala com aquele sorriso idiota no rosto

-demorou, cara –nolan disse um pouco mais sério

-nem tanto... ela ficou com vergonha depois do que a outra aí disse, então só rolou uns beijos. Ela também era bem novinha. –Justin fez careta

-outra aí? –perguntei olhando pra ele. Veado.

-qual o problema? –ele perguntou indiferente

-você sabe muito bem meu nome. Então usa!

-sei sim... Eduarda! –ele sorriu vitorioso. Todos na sala tinham a boca aberta.

COMO. ELE .PODE?

-Você não.vai.me.chamar.assim! –semicerrei os olhos

-quem garante que não? –ele respondeu no mesmo tom

-MAS EU VOU TE DAR UM MURRO É AGORA! –me levantei indo em sua direção

-VEM ENTÃO –ele se levantou também, mas antes que eu chegasse nele, senti os braços de Chaz me envolvendo e colocando á passos seguros dele. Ou quase seguros.

-então vamos mesmo voltar a estaca zero? –ryan perguntou visivelmente preocupado

Eu e Justin ficamos calados

-eu não acredito que estão fazendo isso... de novo –nolan disse

-qual o problema com um simples ódio? Vivemos assim por bastante tempo, pega nada agora –cruzei os braços me sentando no sofá

-o problema, é que vocês já são adultos. Não podem continuar assim! Na verdade, vocês são casados –edu riu irônico

-NÃO SOMOS MAIS –eu e Justin dissemos ao mesmo tempo

-OLHA AQUI, ENQUANTO O PAPEL DO DIVÓRCIO NÃO SAIR, VOCÊS SÃO CASADOS SIM!  E VOU DAR TAPA NA CARA DE QUEM DISSER QUE NÃO É, OK? –Chaz disse supernervoso. 

Não aguentei a situação e ri daquilo. Vi que Justin também ria.

-por que eu nunca sou levado a sério? –ele perguntou decepcionado. Ry tentou esconder o riso enquanto dava leve batidas no ombro dele.

-quem quer basquete? –Justin se levantou. Todos assentiram

-os times.... –ryan começou

-eu, ry, nolan. –Justin disse pegando a bola e batendo na nossa quadra.

(N/A:  sabe aquele quintal do Michael kyle em eu a patroa e as crianças? Imaginem tipo assim)

-------------------------------xx--------------------------------------------

Oi
Espero que estejam bem :) 

Micos : no ano passado, lembram que eu fui organizadora de uma festa de dia das crianças? Eu tava achando que era só eu e mais umas mulheres, então, fiquei com um camisetão, fiz duas marias chiquinhas altas, pintei meu rosto e tal. De boa na lagoa. 
Naquela época, eu era muito apaixonada por um menino chamado Juninho (jajá conto a história ). E firmeza, eu fiquei fugindo dele o evento todo. Aí teve uma hora, que meu primo começou a chorar, e do nada chegou o juninho tentando consolar ele, e o menino chorou mais ainda, aí, pra não deixar ele chorando, eu me joguei no chão e comecei a chorar, aí ele parou e voltou á brincar. E quando olhei pro lado, uma penca de garoto me olhando com poker face. Aí o juninho me olhou e riu falando ''tem jeito com criança hein'' 
No final do dia, fomos a pizzaria comemorar meu aniversário, e cantaram com quem será pra ele, duas vezes --' Aí no dia seguinte eu vi ele e ele ''cantaram com quem será pra mim, né?" 
E A MINHA CARA?
SEPÁ EU FIQUEI ROXA. Aí ele riu e tals. 
Mas esse ano, eu disse que pagaria mico, não disse? 
Então, eu na festa e tal. Aí minhas amigas querendo que eu fizesse duas marias chiquinhas e eu não queria porque da ultima vez, paguei mico. Mas como dessa vez, várias pessoas, inclusive o juninho, disseram que não iam, então, la fui eu, dançar musica infantil, colocar as xuxinhas e pintar o rosto. De boa, aí minha amiga foi pegar cachorro quente pra mim, e eu comendo aquele treco enorme que nem uma doida, quando eu olhei pro lado quem eu vi? 
JUNINHOW! 
Aí eu quis me enterrar né. 
E pior que eu fui lá fora correndo atrás do meu prirmão, e os mino tudo lá fora, aí o juninho olhou pra mim e ''oi rebeca'' rindo pakas. 
Legal (: 

Mas antes de mandarem ''o juninho é afim de você" . Vou contar toda história. Comecei a gostar dele em outubro de 2010. Antes de falar com ele.  No começo do ano, minha amiga disse que gostava dele, a partir daquele dia. Eu fiquei quieta, ela tinha mais chance com ele do que eu. E em junho de 2011, fomos a um passeio para o zoo pela igreja. Eu, minha amiga, minha quase melhor amiga, juninho, meu melhor amigo e outros dois amigos. Só que nós, éramos um grupo só de meninas, e ele só um grupo de meninos, menos um amigo meu, que conversávamos. Aí nesse passeio todo mundo começou a falar, e por incrível que pareça, eu briguei com ele no primeiro dia :) Nesse passeio, um amigo meu, falou que o Juninho gostava da minha quase melhor amiga, e ela começou a gostar dele, eu fiquei quieta, ela tinha mais chance do que eu. Mas ta, aí eu achei que tinha parado de gostar dele, pra sermos só amigos, só que não. No final, ele não gostava de ninguém USHUSUHS' E essa minha quase melhor amiga quase namorou meu melhor amigo, eles ainda se gostam. Meu melhor amigo também é melhor amigo do juninho. Tudo beleza, legal. Eu ainda 'curtia' ele mas em segredo. E há um tempo, eu venho pedido em oração um namorado. 
POIS É, EU PEDI ISSO! 
Parece trouxa, mas eu nunca namorei, e eu quero um namorado tipo duda e Justin sabe? Que seja primeiro e ultimo. Então, eu espero um cara certo, que não me magoe e tudo mais. E aparentemente, o juninho era assim. Só que não. 
Hoje eu resolvi sair com uns amigos, era pro Juninho ir, mas nem deu. Aí foi eu, meu melhor amigo, minha quase melhor amiga e uma amiga nova. Ou melhor, ela é quase nova. Eu conheço ela a bastante tempo, mas a galera não. Enfim, saímos, foi ótimo, foi muito bom meeeesmo! Mas na volta, eu e minh quase mlh amiga estávamos falando sobre o J. e ela disse que ele e minha amiga novata ficaram. Minha boca ficou no chão e meu coração gelou. Sério. 
Ela não sabe sobre meus sentimentos -passados -sobre ele. E eu não vou falar, porque ela tem mais chance do que eu.
Bem mais. 
Ele não é galinha, longe disso. E não é porque os dois ficaram que eu peguei mágoas de algum dos dois, eu gosto muito da minha amiga, e amo o Juninho, demais. 
Mas acho que isso, serviu pra eu saber que ele não é mesmo pra mim. 
Minha amiga disse, que segundo meu melhor amigo, o gosto dele, são meninas altas, loiras e de corpo, sei la. Tipo, exatamente o que eu não sou! Alta, até tudo bem, mas o resto... 
Enfim, vou liberar vocês das minhas chatices. Pelo amor de Deus! Um comentário tão grande e desnecessário também, porque eu NUNCA, nunca, NUNCA, nunca mais vou pensar nele :'( Meu Deus, eu sou tão, mas tão idiota! Eu não quero mais gostar de ninguém :( 

Eu to com o coração quebrado em mil agora , e bem no momento, toca catching feelings com a playlist do blog... fossa! Mas eu sei que amanhã eu vou estar sorrindo, então tudo bem. 

E EU TENHO QUE ESTAR SORRINDO, HOJE É MEU ANIVERSÁRIO
(acabou de dar meia noite e meu melhor amigo mandou mensagem. To chorando, sim ou claro?)

Vamos responder.

FCO fans crazy for Justin bieber
Obrigada, obrigada u-u

@jujuzinha10
KKKKKKKKKKKKKKKKKK
aí sim!
Domingo, eu tava dormindo e n acordava de jeito nenhum , aí meu pai teve maior trampo de digitar ''novo clipe dirigido por Justin bieber outubro 2012'' pra ligar o som na tv no volume máximo pra me acordar, e eu não acordei! Sonhei com o Jus mas não acordei! HAHAHAHAHA

KATY BIEBER
Demoro fia, fez promessa KKKKKKKKKKK u-u

ivina 
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk DERRAMAR SUCO É UMA BOA! Sempre quis! Mas não vou fazer nada, vou só relaxar mesmo u-u

Tamy
Não, não gosto dele KKKKKKKKKKKKKK Fiquei chateada, porque SEMPRE, exatamente toda vez que eu dou um crédito de confiança pra um menino, ele joga pro alto como se fosse insignificante
Eu decidi deixar assim. 
To pouco me importando pro que acontece agora :/ Talvez seja melhor assim
POR ISSO QUE EU AMO AS BLUEBELIEBERS E AS BLUENATICAS! TEM SWAG DE SOBRA!

O BIEBER ULTRAPASSOU OS LIMITES DA GOSTOSURA EM BAAB

Maria Sabrino
Meu preferido tb u-u
KKKKKKKKKKKKKKKK IA SER MUITO LEGAL FAZER ISSO u-u


Raphaella
IMAGINA ELE PEGA UMA BRASILEIRA PRA IR PRO PALCO E FAZ O PASSINHO DA NICKI COM ELA? KKKKKKKKKKKKKKKKKKK TODO MUNDO MORRE *o*

Gabriela
Vamo fazer uma plaquinha e colocar nela ''do Justin'' KKKKKKK
JUSTIN SEM CAMISA, APOIADO! SEM CALÇA, SEM CUECA... kKKKKKKKKKKKKK
KKKKKKKKKK TORTA É LEVEL 1, VOU LOGO FAZER O EXPERIMENTO DE QUÍMICA DELE EXPLODIR u-u

@its_stéphanie
PODE PA FIA KKKKKKKKK
QUEM ME DERA SER A DUDA

belieber
ENTENDI NADA BIA KKKKKKKKKKKKKK

MY
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAWN ~abraço~
eu não sou assim, aceito sua desculpa e me desculpo também por qualquer coisa u-u
ALOK, NÃO VIU O VÍDEO U-U
NOSSA, O SORRISO DELE PAROU TUDO CARA, MORRI
Voy ignorar :B
TANHO JERRY o.O ME GUSTA! 

moniketty
Pelo menos no fds né? KKKKKKKKKK
I'M A DIVA, BITCH. 
LOL NÓS SOMOS A VOZ DO POVO, FIA
BJS

Morta pelo Bieber
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ai, que preguiçosa meldeos u-u

Larissa Drew
bem viiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinda
AQUELA BUNDONA DA NICKI ROÇANDO NO NOSSO JERRY HEIN? FIQUEI CHATEADA KKKKKKKK 
Comenta mesmo, gata u-u

jaqueline
MÓR SACANAGEM, NA FESTA EU SÓ COMI UM HOT DOG :( 
KKKKKKKKKKKK <3

belieber-brazil
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaawn emocionei com o coments u-u
SOLTEI O PLAY QUENGA

Mariana
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk MISERICORDIA
Nós somos inimigos sei la porque .-. vivemos nos matando, nos batendo e  tal

jujuba
comassim bitch? O.o

chazdelicious

jossy
A festa é sabado u-u 
Mas é agora meu niver KKK

jheni
AI BITCH KKKKKKKKKKKKKK
RACHEI DEMAIS DO MICO U-U
SOU FABULOSA MESMO :*

ainda lembram do @Dudão O.o

''the gamble'' e ''hurricane'' foram deletadas :(

KKKKKKKKKKKKKK ACHO QUE SER MINHA AMIGA É SOFRIMENTO PORQUE NÉ... u-u 

GENTE, TCHO IR! ESPEREI 364 DIAS PRO MEU NIVER, NADA MAIS JUSTO QUE APROVEITAR, NÉ? 

AMO DEMAIS VOCÊS

Bluekisses :*