1 de mai de 2012

Only You ♥ part. 28 - Final!

Passaram-se dois meses...

Logan iria voltar hoje de viagem, se estava bem? Se eu estava bem? A resposta é: Não. Não estou bem, depois daquela noite com Justin, nós começamos a sair, íamos para a faculdade juntos, e por incrível que pareça, ficamos um pouco livre dos paparazzis. Sabe o porque de eu não estar bem? Primeiro: Eu traí o Logan. Segundo: Eu amo o Justin, e sei que isso é errado. Terceiro: Venho passado dias chorando, evitando o Jus e ele nem ao menos sabe o motivo, a verdade é que eu tenho medo dele me deixar quando descobrir a verdade. Daí, agora você pergunta: "Qual verdade?" E eu te repondo: Eu estou grávida. G-R-Á-V-I-D-A.

Dá para acreditar nisso? Eu deveria estar feliz mas não estou. Hoje irei contar ao Logan, o problema é que eu ainda não sei como irei fazer isso. Ele não me merece, eu traí ele, traí sua confiança. E Justin? Ele não irá querer um filho, ainda mais sendo quem ele é. Saí com ele algumas vezes, nós ficamos. Mas ainda não acredito que ele aguentaria muito tempo comigo. Ainda mais quando está acostumado a ter várias mulheres. Mas ao mesmo tempo, meu coração contraria minha consciência e diz que ele me ama e iria ficar comigo, ainda mais quando souber disso. Ainda mais depois das últimas semanas que passamos juntos...Aquela frase que ele me disse... Mas não sei se devo contar... eu conto? Será?

[...]

Logan iria chegar provavelmente de noite, eu decidi contar ao Justin hoje a notícia. Fui ao apartamento dele, e entrei, afinal eu tinha as chaves. Respirei fundo, e segui em frente.

- Jus? Você tá aqui? - escutei um barulho indo do quarto dele e hesitei por um momento. - Por favor, não, não, não - sussurrei para mim mesma e abri a porta. O que eu vi? Simples. Justin com a camiseta aberta, acabando de ser jogado na cama por uma mulher que estava usando apenas uma lingerie vermelha. - Justin? - sussurrei já sentindo meus olhos arderem, aquilo não poderia estar acontecendo... não podia; Depois de tudo o que passamos juntos, ele fez de novo...
- Ally?! - disse desesperado e empurrou a mulher de cima dele. Saí correndo. - Ally, espera! Não é isso que você está pensando! Por favor, meu amor acredita em mim! - ele já havia me alcançado e segurava meu braço.
- Nunca mais me chame de meu amor. - falei entredentes com raiva. - Você é um idiota, Justin Bieber. Como eu pude ser tola em acreditar em você? Agora só resta você me dizer que aquilo não estava acontecendo, que estou confundindo as coisas... como sempre você fez, não é? Como da outra vez? E depois o Logan - sussurrei com minha foz falha - Eu... eu... não devia ter feito isso com ele... se nada disso tivesse acontecido, nós estaríamos bem, eu continuaria te odiando, e eu não estaria... pensei um pouco antes de falar a palavra 'grávida'. Sério, eu não ia mesmo falar para ele. Ele não merecia nem saber disso. - Ah, eu vou embora daqui... - suspirei desconversando.
- Ally, por favor, me deixar explicar. Por favor, Alyssa. - me olhou arrependido. Juro que, se eu não tivesse visto o que eu vi, eu teria acreditado nele.
- Eu não quero que você me explique nada, Bieber. Eu vou embora. Adeus, Justin. - sequei minha lágrimas em vão pois assim que entrei no elevador, elas começaram novamente. Eu havia decidido. Eu iria embora. Não da casa dele, mas da mina casa. Desse país. Iria para Londres, iria morar com minha melhor amiga, já que meus pais morreram há algum tempo. Acho que esqueci de mencionar isso, não foi? Bom, eles haviam viajado de avião, iriam visitar a mim e Logan em Atlanta, e algo deu errado e o avião acabou caindo, nada restou deles. E Logan, ele quem me apoiou no momento, ele quem estava lá para mim, me deu forças. Enfim, irei morar com Julia. No seu apartamento, em Londres. Ela já havia me chamado para ir pra lá há alguns das.Mas eu estava ocupada com a Faculdade... E ela, bom.. ela está cursando administração em uma faculdade de lá. Sem contar que ela é a única que sabe da minha gravidez. Tratei logo de tudo, saí da casa de Justin e fui comprar uma passagem, felizmente achei uma para o dia seguinte, logo de manhã. Voltei para casa, arrumei minhas malas... deixei tudo pronto. Havia decidido começar uma vida nova. Sem Justin, sem Logan. Apenas eu e meu bebê. Nessas horas eu queria ser apenas uma garota normal. Queria que ninguém me conhecesse. Não dá para mudar muito mas não custa tentar. Mas irei deixar essa 'mudança' para fazer quando chegar em Londres.

[...]

- Alguém em casa? - escutei sua voz, divertida. - Amor? Cheguei - Logan entrou no apartamento e eu saí de dentro do quarto, tentando disfarçar minha cara de choro, mas era meio difícil.
- Oi, Log. - sorri sem graça e o abracei. Quando ele fez menção de me beijar, eu me afastei. - Vem, vamos desfazer essas malas.
- Ei... - me puxou de volta. - O que tá havendo? Eu chego aqui e te encontro com o rosto inchado, você tava chorando. - Não foi uma pergunta. - Por quê?
- Nada demais. Vem logo, daí depois a gente conversa... eu... tenho um assunto para falar. Mas só depois que tomar banho e descansar um pouco.
- Eu vou tomar banho mas assim que eu sair, você vai me contar ouviu, mocinha? - deu um beijo em minha testa e saiu.

[...]

- Alyssa, onde estão suas roupas? - perguntou assim que abriu o guarda-roupa. - E que malas são essas no pé da cama? - eu estava parada na porta do nosso quarto enquanto ele me perguntava. As lágrimas desciam sem que eu ao menos percebesse. - Amor, por que você tá chorando?
- Logan, era sobre isso que eu queria te falar. - passei a mão no rosto - Eu vou embora, Log. E quero te pedir para que não me procure mais. Aliás, - ri sem humor - depois do que eu te contar você não vai nem querer olhar na minha cara.
- Alyssa, você está me assustando. Você tá terminando comigo, é isso?
- Logan, eu estou grávida. - minha voz saiu quase como um sussurro.
- Mas amor, isso é muito bom! Por que está chorando? Você deveria estar sorrindo...
- Não. - balancei a cabeça - Você não entende, Log. Esse filho não é... eu não estou grávida de você.
- O quê? Quer dizer que você.... me traiu? Alyssa... de quem é esse filho? - apenas chorei mais. - Não me diz que... - respirou fundo - é do Justin, não é? - perguntou calmo.
- Log, me perdoa, por favor. Eu... - e então ele fez uma coisa que me deixou surpresa. Me abraçou.
- Shh, calma pequena. Você o ama, não é? Contou para ele?

[...]

E então eu contei. Contei tudo a ele. E ele disse que não se importaria de assumir o bebê. Mas eu não quis. Já estava decidido. Ele falou que iria comigo até o aeroporto, concordamos em ser apenas amigos. Justin havia ligado, eu não atendi. Porém, Logan não se controlou.

POV Logan

- Ela falou que não quer falar com você. Se liga, cara! A Alyssa não quer mais nada contigo! E sim, eu sei o que aconteceu o que eu estive fora. Creio que não foi homem o suficiente, não é?
- Logan, você não sabe...
- Sei, sei que não consegue ser de uma só.
- Cara, cala a boca! Por favor, me deixa falar com ela. Depois dela sair, vi no meu celular uma mensagem mandada alguns minutos antes em que ela falou uma coisa, disse que tinha algo importante para me dizer...
- É! Ela realmente tinha! Mas você foi um imbecil e por isso ela não te contou. Bieber, você não faz ideia da raiva que eu tô sentindo. Não dela, mas de você e ainda bem que a gente tá conversando por telefone. Olha vê se não liga mais, O.K.? Você já estragou bastante as coisas. - disse e desliguei.

Voltei para o quarto e Alyssa havia adormecido. Me deitei na cama e acariciei seu rosto.

- Eu te amo tanto. - óbvio que ela não escutaria, tinha o sono pesado demais. - Você não sabe o quanto. Mas se você ama uma pessoa, liberte-a. Se ela voltar, é porque é sua; se não, é porque nunca foi.

POV Justin

Flashback On

- O que você tá fazendo aqui, Tiffanny? - apareceu e foi logo entrando. Eu tinha acabado de sir do banho e estava terminando de abotoar minha camisa quando ela apareceu.
- Vim te ver.
- Eu não tenho nada para falar com você, vai embora.
- Não, eu não vou. - e saiu correndo para meu quarto.
- Olha eu não estou com tempo para essas suas birras. Estou esperando alguém, portanto, vá embora.
- É aquela loira azeda, não é? A Alyssa?
- Não fala assim dela.
- Você a ama? Eu posso fazer você esquecê-la... - e então tirou o sobretudo que usava... estava vestida apenas com uma lingerie vermelha.
- Eu não quero esquecê-la. Já mandei você ir embora. Nós não temos mais nada.
- Mas bem que antes você gostava das nossas brincadeirinhas...
- Passado, eu mudei.
- Vamos não seja idiota. - e me empurrou para a cama subindo em cima de mim. E foi aí que a Alyssa apareceu.

Flashback Off

Você já sabem o resto.

Logan é um ótimo cara. Depois de tudo, ele ainda está do lado dela. O que me intriga é o que ela queria falar, ele não disse no telefone...

POV Ally

- Diga a Ju que eu mandei lembranças. - disse e beijou minha testa. - Boa viagem, linda. Não se esquece de mim, tá bem?
- Acho que isso seria a última coisa que eu faria. - sorri. - Eu te ligo quando chegar, O.K.?
- Certo. - me abraçou - Eu te amo, okay? - disse e esfregou o nariz no meu, me fazendo sorrir.
- Eu também te amo, Log. Obrigada por tudo.

[...]

Flashback On

- Eu quero assistir Sexy And The City 2!
- Tudo bem, amor! WOHOOO! Está vendo? Sua animação me contagia! - disse Justin.
- Idiota.


[...]


- Eu e você. Só nós dois. - sussurrou a frase que a Carrie sempre dizia para o Big. - Quero que a gente seja assim. Como o Big e a Carrie. Sem mais preocupações com nada.
- Eu e você. Só nós dois. - sorri, e ele me puxou para um beijo.

Flashback Off

Eu e você. Só nós dois.
É. Essa frase me fez chorar agora, em saber que tudo está acabado. Definitivamente.

[...]

- Ally, sua vaca! - Ju me abraçou. - Como você está?
- Melhor agora que cheguei. - sorri.

Fomos então para o seu apartamento e eu arrumei minhas coisas e fiz tudo o que tinha que fazer. Descansar, principalmente. Afinal, eu estou grávida!
Inconscientemente, passei a mão pela minha barriga. Seria menino ou menina? Sorri comigo mesma.

POV Justin


Cinco meses depois...


- Logan, por favor!
- Eu já disse que não vou falar, Bieber! - respondeu impaciente.
- Logan... eu preciso dela. Você sabe disso e o pior é que tem três meses que eu tô aqui implorando para você me informar o paradeiro de Alyssa Evans. Por favor, me diz o que tá acontecendo. - pedi com a voz falha.

Eu estava exausto. Cansado dessa vida. Tem cinco meses que a Alyssa desapareceu, é, simplesmente sumiu do mapa. E o pior é que Logan sabe onde ela está e se comunica com ela sempre enquanto eu, o idiota, imploro a ele pra me dizer onde ela se encontra. Você deve estar se perguntando: "Que porra é essa?" Então deixe-me explicar: Essa porra toda que tá acontecendo começou quando eu e Lerman ficamos amigos. Surpreendente, não? Enfim, eu contei tudo o que aconteceu, toda a história da Tifanny naquele dia... e ele me contou que sabia onde a Ally tava e disse que ela havia pedido para que ele não contasse a ninguém sobre seu paradeiro. Daí, você se pergunta: "E Claire não sabe?" É, ela também sabe. MINHA MÃE sabe. Ela, Logan e a Claire são os únicos. E ninguém me conta o que está acontecendo! Dá para acreditar? Até a MINHA MÃE! OLHA A MERDA!

- Ah, tudo bem, cara! Sabe é meio chato de te ver assim... - espera... PARA TUDO! Lerman, você disse "tudo bem?"
- Lerman, você disse "tudo bem"? Então você vai me contar onde ela tá e o que bulhufas está acontecendo? - disse eu, esperançoso.
- Hmm...Não! Eu vou te contar onde ela está, mas o que aconteceu você mesmo vai ver.

[...]

- Alô? Logan?
- Você já chegou?
- Já sim, estou num hotel, tomei um banho e tô indo na casa da Julia procurá-la. Me deseje sorte.
- Boa sorte, cara. Você vai precisar.

POV Ally

Decidi checar meus e-mails e vi que tinha um novo de Log, resolvi abrir e ler. Estranhos, só havia uma palavra escrita.

- "Desculpe"? O que será que ele quis dizer com isso? - e então meus pensamentos foram interrompidos pela campainha tocando, quem poderia ser? A Ju só chegava tarde da faculdade... Enfim, amarrei meus cabelos, agora castanhos, e me levantei com um pouco de dificuldade. Afinal, eu tô grávida. E é um menino! Pois é, descobri no último ultrassom que fiz semana passada. O médico disse que a criança está ótima e eu estoumais que feliz por isso. Chamei até Log para ser o padrinho... - Ai, bebê. Você me faz ficar cada vez mais lenta a medida que o tempo passa... - disse antes de abrir a porta - Julia, pensei que... você?!

POV Justin

Ela paralisou, pois é. E eu também, adivinhem por quê? A ALYSSA TÁ GRÁVIDA, PORRA! Então era isso que todos escondiam de mim? Olhei incrédulo para ela, não podia negar que ela estava linda grávida.

- Então era isso que todos escondiam de mim?
- O que você está fazendo aqui? Como descobriu onde estou?
- O Lerman me falou, sabe? Ele tava cansado das mesmas perguntas durante TRÊS MESES seguidos e finalmente perdeu a paciência e resolveu me falar do seu paradeiro, perguntei o motivo e ele me mandou conferir pessoalmente. Por que fez isso? Por que não contou que está esperando um filho MEU?
- Como pode ter tanta certeza que o filho é seu? - estávamos já discutindo na sala de estar da casa.
- Deve ser porque eu fui o único cara com quem você transou enquanto o Logan tava viajando. Ou esqueceu disso, querida? - perguntei com uma pitada de ironia.
- Por que não volta para a sua vadia e me deixa em paz? Por que está aqui?
- Por que será, né? Porque eu te amo. E você me largou do nada e me escondeu que estava grávida. Por quanto tempo achou que conseguiria esconder isso de mim? Porque você deve saber que algum dia iria ter que dar as caras novamente.
- Bem mais que isso. Porque você não pode simplesmente deixar eu e meu filho em paz. Estávamos muito bem sem você aqui.
- Nosso filho. Você não o fez sozinha. E nem ao menos deixou eu explicar o que aconteceu no meu apartamento naquele dia...
- Me poupe dos detalhes, Bieber. Não estou afim de saber o que você e Tifanny fizeram ou iam fazer naquele dia.
- Ótimo. Fique sabendo que não vou embora daqui até você me escutar. - disse e me sentei no sofá. - Sabia que você está linda grávida? - ela riu irônica. - Estou falando sério. Alyssa, eu e Tifanny não fizemos nada.
- Jus... por favor - fechou os olhos como se estivesse sentindo dor. Continuei.
- Quando você mandou aquela mensagem, eu estava tomando banho. Só vi quando saí, então fui trocar de roupa até que a campainha tocou. Achei que fosse você, eu estava ainda com a camisa desabotoada e quando vi que era Tifanny, mandei ela ir embora. Mas aí ela passou por mim e foi em direção ao meu quarto. Fui atrás dela e disse que estava com você e então ela começou a te xingar, tirou o sobretudo que usava e como voce viu ela estava apenas de lingerie, e então me empurrou em direção a cama e eu só caí porque tropecei em um tênis - eu dizia tudo muito rápido - e aí você chegou... - respirei fundo. - Depois disso, liguei pra você e Log perdeu a paciência e atendeu enquanto você dormia. Disse que era para ficar longe de você. E então quando fui te procurar novamente, soube que tinha ido embora. E as únicas pessoas que sabiam o que estava acontecendo eram Claire, Logan e MINHA MÃE. Para sua informação, eu não estou falando com ela. POR SUA CAUSA, ALLY. A partir de então, procurei Logan, conversei com ele e contei o que REALMENTE havia acontecido. Ficamos amigos, e depois d eum tempo ele resolveu falar que sabia onde você estava. Por três meses, eu pedi a ele para me dizer sobre seu paradeiro. Por que você deve saber, que nem minha mãe nem Claire quiseram escutar minha versão da história, não é? Minha mãe tem raiva de mim pelo o que eu "supostamente" fiz com você, e Claire nem olha mais na minha cara. E aí, eu me isolei e não falo mais com nenhuma delas. A única pessoa com quem passei a conversar foi Logan. Acho que ele não te disse isso. E agora que eu finalmente te encontro, venho aqui e digo tudo que te amo, você me recebe a patadas. Igual a outra vez. Você pode ter sentido dor ao me ver com Tifanny, pode ter se sentido mal. Mas e EU? Se coloque agora no meu lugar e diga novamente que eu estou me fazendo de vítima. A única coisa que quero agora é que volte a falar comigo. Não precisa voltar comigo se não quiser. - disse sentindo um como se um soco tivesse atingido meu estômago, era óbvio que eu a queria de volta. - Mas fique sabendo que eu quero fazer parte da vida do meu filho e eu sei que tenho todo o direito disso. Vou voltar para o hotel e amanhã venho te visitar. Pense no que eu falei, por favor.

POV Ally

E agora? O que eu faria? Eu o amava mais que tudo. Ele me contou o que realmente aconteceu, e eu tive que me controlar para não ir correndo novamente para seus braços. Maldito orgulho. Quer saber? FODA-SE meu orgulho. Amanhã irei conversar com ele e dizer que aceito sua proposta. Afinal, não tenho escolha. E eu o quero de volta, agora que sei de toda a verdade, não quero cometer os mesmos erros novamente. Da última vez, eu soube mas mesmo assim me afastei. Dessa vez as peças do jogo são outras.

[...]

Conversei com Logan e disse tudo a ele. Agora entendi o por que do email que ele mandou. E só agora soube também que ele anda apaixonadinho pela minha melhor amiga. Que lindo. Fico feliz por eles. Ele falou que iria vir me visitar daqui a uns dias, está de folga do trabalho. E também planeja uma declaração legal para a Julia e pediu minha ajuda para isso. Óbvio que eu aceitei, tá na cara que ela gosta dele também mas não me diz.

No dia seguinte...


POV Justin

Estava indo ver Alyssa quando me deparei com uma cena em um parque: Um casal tentando ensinar o filhinho a andar. O pai segurava-o para não cair enquanto a mãe abria seus braços chamando o filho. Eu queria muito que isso fosse possível entre mim e Ally. Iria ser incrível porque... cara, eu vou ser pai. Pai. Dá para acreditar nisso? A ficha ainda não caiu direito. Decidi parar de me torturar com aquela cena e continuei a seguir meu caminho em direção à casa de Julia.

[...]

Toquei a campainha e novamente ela atendeu. Eu não sabia se sorria ou chorava, mas ela, bom ela sorriu para mim. Não foi um SORRISO mas ela sorriu. Fraco, de lado, como se estivesse envergonhada... OPA!

- Você veio. - ela disse.
- Eu disse que viria.
- Precisamos conversar.
- Acho que sim.

Fomos então nos sentar no sofá. Eu em um e ela no outro à minha frente.

- Então... Justin eu... - ela parou de falar e fez uma careta pondo a mão na barriga.
- Ally, você está bem? - perguntei preocupado.
- Sim, isso só se torna mais frequente a cada dia... mas não era disso que eu queria falar, não desses detalhes.
- Tudo bem.
- Então... eu pensei sobre o que você disse. - ela começou. Ai, caramba. - E eu decidi - O quê? O que você decidiu, Alyssa? - que eu - você vai... - deixar você ver o bebê. - sorri. Bom, era meio caminho andado, pelo menos eu iria ver a ela e ao meu filho(a).
- Fico feliz por isso.
- Eu ainda não terminei - ela falou rápido. Ela está nervosa. Ela só fica assim quando... - Eu queria te pedir desculpas. - ISSO! Espera! A rainha do orgulho acabou de me pedir desculpas? O mundo vai acabar!
- Desculpas?
- Sim, eu fui uma idiota. Agi errado com você uma vez e não quero cometer o mesmo erro. Não quero sofrer tudo de novo. Eu só... quero ser feliz. Com as duas pessoas que mais amo no mundo. Você e ele. - ELA DISSE QUE ME AMA? ESPERA Aí! PARA TUDO! ELE?
- Ele? - comecei a sorrir - É menino? - perguntei e ela assentiu sorrindo com lágrimas nos olhos.
- Eu posso... - falei me aproximando dela e ela riu.
- Claro que pode, seu idiota. - ela disse e me puxou pela mão. Sentei ao seu lado e ela segurou minha mão pondo em cima de sua barriga. - Ele tá mexendo, está sentindo? - Sim, eu estava. Meu sorriso não poderia ser maior. Fiquei de joelhos em frente à ela e levantei sua blusa, beijando sua barriga. - Ele gosta de você. Não é, bebê? Papai está aqui agora. - disse falando e acariciando sua barriga. Levantei e me sentei de volta ao seu lado enquanto observava ela conversando com ele. Coloquei minha mão em cima da dela e ela parou e me olhou. Acho que todos sabem o que aconteceu depois, não é? Se vocês acham que eu a beijei vocês acertaram em cheio. Isso mesmo que aconteceu. Naquele momento parecia que só existia eu, ela e o nosso filho no mundo. Só nós três.

Me separei dela e encarei ela sorrindo. Ela sorria de volta.

- Senti sua falta. - falei.
- Eu te amo.
- Eu te amo mais.

FIM!


MENTIRA!


- Vocês acharam mesmo que esse era o fim? Assim bonitinho e sem graça?
- Ei! Não foi sem graça! Mas enfim, não acabou mesmo.
- É, ainda nao contamos o resto da história. Como foi aguentar o mais novo e piorado temperamento da mamãe aqui. Acreditam que ela me fez sair de madrugada atrás de...

Flashback On

- NUTELLA? Amor, são três e meia da manhã.
- Tudo bem, deixa o seu filho morrer de fome, então! - Golpe baixo.
- Arrrgh! Tô indo!
- Aproveita e traz uns biscoitos também.

Flashback Off

- Bom, segundo ela a nutella tinha acabado.
- Eu estava comendo por dois seu idiota!
- Okay, querida. Desculpe. Como eu ia dizendo, foi estressante passar os quatro ultimos meses da gravidez dela, com ela. Mas eu estava feliz. Fiquei mais feliz ainda depois que Aidan nasceu.
- Nós ficamos. Ele nasceu saudável e tudo mais, mas às vezes é tão irritante quanto o pai dele.
- Ei! Eu não sou irritante!
- Claro que é. Cala a boca e me deixa terminar.
- Não.
- Cala a boca!
- Tá de TPM, amor?
- JUSTIN!
- Pois é, ela tá. Díficil essa mulher, ein. Mas enfim, estamos felizes. Morando em Los Angeles. Aidan faz dois anos daqui a um mês. E...
- Vocês devem estar se perguntando como foi a reação das pessoas ao descobrirem sobre a gente?
- TRÁGICO! Brincadeira. Na verdade, foi um choque para todas. Mas depois que a ficha caiu... - com a história esfarrapada que a gente inventou... mas não precisamos falar disso agora -, elas aceitaram numa boa. Nos parabenizaram e tudo mais.
- E Logan vai casar!
- Pois é. Logan vai casar com a Júlia! Não é fantástico? OH MY GODNESS! Brrr... fail. Eu não estou tão empolgado, é que a Alyssa é meio estérica. Logan me contou que gostava de Julia há muito tempo, eu só não sabia que era a garota que morava com minha mulher. Bem, de qualquer modo, aqueles dois...
- São perfeitos um para o outro!
- Amor, pára de interromper?
- Não. Você não me deixa falar nunca!
- Eu deixo, mas você que não espera sua vez!
- Espero, sim!
- Não espera, não!
- Cala a boca, Justin! Você está me irritando.
- E quando é que eu deixei você não irritada?
- É melhor parar.
- Por quê?
- Eu vou te bater.
- Tapa de amor não dói.
- Sério? Pois bem, se não parar... você não vai ter a minha surpresinha de hoje à noite. - GOLPE BAIXO! Mulher má, muito má.
- Tudo bem, amor. - puxei ela pra perto. - me desculpe, okay?
- Idiota.
- Retardada.
- Tapado.
- Chata.
- Otário. - e eu... CALEI-A COM UM BEIJO! Verdade.
- Linda. - sorri encostando meu nariz no dela.
- Eu te amo.
- Eu te amo mais.
- De jeito nenhum.
- Você não sabe! Eu te amo mais.
- NÃO! Eu te amo mais. Fim. Não discuta comigo, Justin.
- HAHA Eu te amo mais e mais... docinho.

E FIM!

- Dessa vez é sério. Querem continuação? Não tem! Agora só IMAGINEM BELIEBERS!


----------------------------------------------------------------------------

E Aííííííííí? *Alex voice* Bom 2 meses é muita demora né? Pois é. ME DESCULPEM. Mas os motivos todo mundo já sabe. Provas, simulados... bla bla bla. Enfim, minha coordenadora vai mudar de tática na escola e acho que vai ficar mais fácil de estudar (e passar). Enfim2, gostaram do final? Eu demorei pra fazer, mas postei nao foi? Como eu prometi! Agora que a fic está terminada... vou dizer:

Não tenho planos de postar outra fic nem tão cedo. Não tenho tempo para escrever, talvez eu continue o Projeto Paralelo algumas vezes quando der, quando eu tiver inspiraçao. Mas fic desse jeito tá difícil. Mas isso não significa que eu tô deixando o blog. NAO MESMO. Eu tô administrando ele junto com a Gio (gostou do apelido? Foi o ALFREDO FLORES que deu pra ela hahaha) (verdade) (no facebook). Nós estamos lendo as fics que estão mandando e estamos gostando de algumas. :)

Bom, eu não sei mais o que falar... lalalaalala enfim3, eu amo vocês e queria agradecer as que me apoiam. beijos, se cuidem, bla bla bla vocês já sabem. Eu ando lendo umas fics fodonas que sao tipo muito fodas mesmo, graças a retardada da Julia (@Webelongto_JDB)(sigam ela)(e me sigam tbm)(haha) que manda. Sim, eu pensei nessa Julia quando fiz a amiga da Ally KKK entenderam? Eu sou Ally tbm e tenho uma miga Julia hãhã? BAHAHA Ok. Enfim, as fics nem sao do Justin. Mas sao interativas. Pra quem gosta, procurem no FFOBS (bota no google) nas do McFly hahahaahaha mt lindas.

Ladies love me
I'm on my cool J bahaha viciei. bom, a mensagem vale para os haters também. Por que vocês estão ligados que enquanto comentam, xingam, e fazem essas porras todas você estão dando ibope pra gente né? Look at me now!
MARKETING DE GRAÇA! OPRAH! Então, valeu mesmo assim ;)

Eu acho que tinha mias alguma coisa para falar mas eu esqueci. É sempre assim, só lembro depois que posto mas ok. E pra SANDRINEEEEEEEEEE: adoooooooro seus coments. Obg pelo apoio e a defesa contra haters nao só pra vc mas pra todas as que fazem. (:

LUV YA GIRLS!

Xxo