16 de fev de 2014

Drummer Girl - capítulo 20

Estávamos comendo e tudo estava bem. Digo, por um instante eu estava genuinamente feliz por comer comida industrializada e beber refrigerante. Eu não estava pensando na vida fora da escola ou no que tinha lá.
- Isso – Justin mastigou – é muito bom. Concordei com a cabeça.
- É a fome. – dei de ombros depois que engoli as batas que comia.
Terminamos nossa refeição, pegamos o lixo do chão e Justin indagou:
- Para onde você quer ir?
Olhei para uma das janelas de nossa escola. O céu estava escuro e não conseguia ver nenhuma estrela. O Canadá era assim ás vezes: escuro. A temperatura constantemente baixa fazia o céu nublado.
Estimei o horário, mas realmente não sabia que horas eram. Bocejei e tentei pensar em um lugar ou no que fazer.
- Você está com sono. – não fora uma pergunta. – Talvez devêssemos procurar um lugar para dormir. – senti seu olhar sobre mim.
- Talvez. – respondi. Passei todos os lugares possíveis de sono na minha cabeça: - Podemos ir para a biblioteca. Lá tem um carpete fofinho.
Justin concordou com a cabeça e seguimos por alguns corredores até chegar ao local. Encarei a porta creme e então Justin a abriu. O local sem luz era um pouco assustador, com todas aquelas mesas e livros empoleirados nas prateleiras. Justin deu três passos para frente e parou:
- Vem Summer. – ele chamou e não enxergava mais que sua silhueta.
- Você não vai ligar a luz? – questionei.
- Não podemos se amos dormir aqui. Isso seria uma denúncia de nossa presença.
Tive que concordar, então entrei. Segui Justin até certo ponto, antes de esbarrar em uma cadeira, fazendo eu mesma me assustar.
- Justin? – chamei-o, com medo de seu silêncio.
- Aqui. – ele disse tocando meu braço e isso me aliviou. Segurei seu braço por instinto (e porque posso ser bem desastrada no escuro) e ele não pareceu se importar. Entramos na penúltima fileira de livros, mas não consegui ver quais as obras que estavam lá.
Sentei no chão e Justin fez o mesmo do meu lado. Peguei outro moletom dentro de minha mochila e vesti. Arrumei minha mochila de modo a fazer um travesseiro. Ele também a arrumou daquele jeito e deitamos. Ficamos em silêncio por um tempo, de modo que pensei que ele estivesse dormindo. Nunca sou a primeira a dormir, apesar de amar fazer isso.
- Justin? – chamei.
- Oi. – ele respondeu. Não sabia o que dizer a seguir. Eu só queria a confirmação de que ele estava acordado.
- O que você estava fazendo hoje aqui?
- Minha mãe me fez rematricular aqui. Pattie sempre gostou daqui, mas depois que ela se foi, eu decidi mudar de escola.
- Como era a outra escola? – perguntei.
- Como todas as outras. – respondeu. - E em Nova York?
Fiquei surpresa ao perceber que ele se lembrava da onde morava.
- Era bem maior do que aqui. E bem menor. Cidades pequenas geralmente têm pessoas grandes.
- Talvez.
Quietos novamente.
- Mas funcionou? – perguntei.
- Mudar de escola?
- Sim.
- Não. – ele falou com a voz grave. – Sinto que seu fantasma me acompanha sempre.
- Pensei que não acreditasse em fantasmas.
- Não desse tipo. – falou convicto. – Às vezes penso que se eles existissem, ela teria ao menos tentado falar comigo.
- Se esse não é mais o mundo dela, não vejo o por que dela continuar o vivendo. – pelo seu silêncio, percebi que fui dura. Porém era o que eu pensava, de fato. Pensei que o tinha enfurecido e que ele não fosse mais falar comigo, mas não foi o que aconteceu:
- Tinha um professor que costumava dizer que essa escola era mal assombrada porque o apagador tinha caído sozinho.
- Que sentido tem isso? – perguntei – Se eu fosse um fantasma, eu não ficaria na escola derrubando apagadores. Eu puxaria pé de todo mundo. – rimos.
- Vai que era um condenado a ficar preso na escola. Tipo um nível mais alto de inferno. – demos risada novamente. Não gostava de brincar com essas coisas, mas de repente era só isso: brincadeiras.
- Estamos presos agora e isso não parece inferno. – falei.
- Não. – ele concordou. – Você é legal.
- Você também é legal, Justin. – sorri, então continuei: - Vai fazer faculdade de música?
- Provavelmente não. – respondeu sem mais detalhes - E você?
- Não sei. Se eu pudesse, sairia numa van com vocês.
- Isso parece um seriado da Disney. – rimos.
Falamos sobre coisas aleatórias por mais um tempo. Não queria dormir, porque gostava de conversar com Justin. Bocejei, porque não conseguia mais segurá-lo.
- Já? – indagou.
- Sim. – falei, pegando meu celular que ainda estava sem sinal. Nem olhei as horas, porque isso me desespera mais do que me ajuda a dormir. Coloquei minha playlist no modo aleatório e pus meus fones.
- Boa noite. – declarei.
- Summer?
- Oi?
- Posso escutar com você?
Estendi-lhe outro fone.
- Que não seja artistas bonitos e sem talento.
- Não começa. – sorri.
E então adormecemos.

---
Oi! Tudo bem? Aqui as coisas estão corridas, tanto que só ligo o computador de final de semana. Mudar de escola não significa só mudar de professores e de local. Tá mudando tudo! Já perdi um ônibus no meu primeiro dia de aula (fail) e era a primeira vez que eu andei de ônibus (fail²). Isso já faz duas semanas, mas eu nem falei isso para vocês. Já paguei mico e tudo! hehe. Sobre as atualizações de Drummer girl, eu vou atualizar conforme eu tiver tempo. Como disse antes, as coisas vão se ajustar. 

- 10 comentários? 

Respondendo aos comentários: 
BelieberSwag: Muito obrigada! De verdade. Beijos!
Feer Santos: :D Obrigada por sempre comentar! 
Jani: Oi! Nossa, obrigada de verdade! Eu também sinto saudade de escrever, de postar e de falar com vocês sempre... Fico feliz de ter sentido falta de Drummer Girl e de você ter comentado! 
SwagDaBelieber: Ah! Que legal! Espero que sim, amo seus comentários! Acabei de te seguir no twitter (mas acho que você já viu >_<). Obrigada por comentar, como sempre! (não sou linda nada! XD). Beijos! 
Duda: ESFOLOU ELA VIVA KKKKKK! Cada coisa no seu tempo, Duda! ;) E obrigada por comentar, me divirto com seus comentários!
Lu: Awn! Eu sempre fico no estado "awn" quando leio seus comentários! :( MG é legal? Não te achei, Lu... Tem como você me procurar? Sim, vamos conversar muito! Espero que tenha gostado, beijos! 
Anônimo: Vc me deixou MUITO feliz om seu comentário! JHABUR Obrigada, beijos! 
Anônimo: :D
Sheila: Muito obrigada, Sheila! De coração. Beijos! 
Beijos, 
Audrey. 

11 comentários:

  1. continua eu amei rs fantasmasssssssssss HA-HA-HA bjs

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAAAAAAAAAAH QUERO BEEEEEEEEEEEEIJO!! CONTINUA PELO BIEBER AMADO

    ResponderExcluir
  3. Minhas primeiras semanas de aula tb nao tao sendo faceis kkkkkkk
    Eu to amando essa IB *----*
    CONTINUAAAAAA

    ResponderExcluir
  4. AHHHHHHHHH ESSE CAPITULO FOI DIVO <3 TIPO SUSTIN É PERFEITO EHUEHEUHUE <3 CONTINUA LOGO

    ResponderExcluir
  5. As vezes o primeiro dia de aula é meio estranho, uma vez eu fui pro canadá fazer intercâmbio e todooo mundo ficou olhando pra mim...Aí eu acordei e percebi que tudo não passou de um sonho huehuehuehue
    -Nicolle

    ResponderExcluir
  6. Aqui eh legal sim!! Nao me achou?? Awnnn que pena !!#MomentoTriste Mas eu vou te procurar. Ahh esqueci como esta o sru none lá?? Passa pra mim fazendo favor! E como sempre esse cap. estava DIVO amei tomara que role cena de bju entre os dois e que o Justin conta sobre essa tal garota estou super curiosa kkk Ahh boasorte na nova escola, e nao se preocupa quevai dar tudobem ta bom!! (Tbm neh quem eh doido de nao gostar de vc neh flor!!!) Vc vai conseguir!! E pra nao perder o habito... por favor continua logoo ta bjus linda!!

    ResponderExcluir
  7. Essa fic é viciante continuaaa pq quero mais u.u kkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Vou Sempre comentar sua fic, Até Pq amo sua fic de Paixão!! A unica fic q leio no blog é a sua... continua, ta Perfeito s2
    -Janii

    ResponderExcluir
  9. aaaaaah continua please está muito bom

    ResponderExcluir
  10. Continua, eu amo essa fanfic.

    ResponderExcluir