18 de dez de 2013

Drummer Girl - capítulo 12


- Chaz. – chamei no corredor da escola – Chaz!
Ele se virou para mim.
- Oi Summer. – ele disse e eu avancei em sua direção. – Tá tudo bem?
- Ta. E não tá. – respondi – A gente tem que conversar.
Ele assentiu e caminhamos até o refeitório. Se tinha uma coisa que eu gostava na minha escola era a área ao ar livre. Caminhamos até uma mesa exposta ao sol e nos sentamos. Vi Ryan paquerando uma garota ruiva, baixinha, fofa até eu diria.
Sacudi minha cabeça. Ver a história dos outros era tão mais legal que a minha. Mais fácil, parecia.    
- Chaz, eu vou ser direta.
Me aproximei dele, me apoiando na mesa.
- O Justin usa drogas? – ele se engasgou com o suco e começou a tossir.
Lá se fora a minha chance de ser discreta.
- Droga, Summer. Não. Que merda de pergunta foi essa?
Eu queria dizer sobre o quanto eu o achava esquisito. Mas não queria ofender Chaz, que era seu amigo de longa data. Não queria estereotipar Justin. Odeio estereótipos. Mas fala sério, qual a chance dele ser bonzinho? Ele se veste de preto. Ele não sorri.
Fiquei quieta enquanto me afundava nos meus questionamentos.
- Eu tenho uma novidade hoje para a noite da banda. – Chaz sorriu.
Sacudi a cabeça.
(...)
Chaz passou em casa de tarde. Fiz alguns cupcakes para Jaxon e Jazzy, e os levei em uma cestinha. Coloquei a mão na minha bolsa transversal para me certificar de que as fichas estavam lá de fato. Poderia ser uma péssima ideia, mas ainda assim era uma ideia.
- Summer! – Pattie exclamou da cozinha. – Querida, muito obrigada por ter feito companhia a Justin!
Por ser babá de Justin, você quis dizer.
- Por nada Pattie. – sorri. – As crianças estão aqui? Eu fiz alguns cupcakes para elas.
- Você cozinhando?  - ela sorriu surpresa. A massa era pronta, mas relevei essa informação – Summer, sinto muito, mas as crianças são intolerantes a lactose. De qualquer jeito você e a banda podem comer.
- Claro. – assenti. Depois dei um abraço em Jazzy e Jaxon.
Vi Justin se aproximando com uma camiseta preta, o cabelo em um topete. Ele fechou a cara quando viu o abraço. O parti e sorri para ele.
- Vejo que está se divertindo com meus irmãos – ele disse, dando impressão de que os irmãos eram propriedade dele. – mas a banda já está a espera.
Me levantei envergonhada e fui para a grande sala de TV.
- Oi gente. – acenei.
Me sentei no sofá enorme. Todos estavam bem distantes um dos outros. Por que os meninos não conseguem se sentar normais? Digo, eles sempre se sentam com a perna meio aberta...
- Galerê, eu tenho uma... – Chaz foi falando, mas Pattie apareceu de repente.
- Noite da banda. – Justin murmurou alto o suficiente para eu ouvir.
- Tudo bem crianças, não interromperei mais. Só vim trazer os cupcakes que Summer fez e esqueceu na cozinha. – disse e deixou a cesta em cima da mesa de centro, logo se retirando do recinto.
- WOW! – Ryan exclamou, pegando um.
Chaz revirou os olhos.
- Isso é um muffim, não é? – Justin disse. A voz dele sempre soava tão rude, que parecia criticar tudo e todos.
- Na verdade, cupcake é um muffim com cobertura e recheio. – expliquei.
Ele recostou no sofá, bufou parecendo meio impaciente.
- Algum problema? – perguntei. Quando os olhos de Justin se voltaram para mim, senti uma coisa no meu estômago. E não era boa.
- Nada. – ele disse – Só parece um pouco feminino demais. – arqueou as sobrancelhas, parecendo me desafiar.
- Estão deliciosos. – Ryan disse de boca cheia e com chantilly nos lábios.
- Dá para vocês me ouvirem? – Chaz perguntou e nos viramos para ele. – EU disse que tenho uma novidade.
Ele pigarreou.
- Nós já temos o primeiro show.
Comemoramos, todos falavam ao mesmo tempo. Quando todos se acalmaram, os questionamentos foram surgindo.
- Como você conseguiu isso? – Ryan perguntou e vimos as bochechas de Chaz corarem.
- Ontem eu... Eu encontrei com a filha do gerente do Killimanjaro’s.
- Pensei que você namorasse a Springer. – Justin comentou.
- NÃO! – respondemos juntos. – E é Summer. – dissemos juntos mais uma vez.
- Que seja. – ele disse com ar de entediado.
- Então, isso quer dizer que você laçou a porca? – Ryan disse, ainda comendo.
- Érr...
- Chaz – Ryan prosseguiu – lembre-se de que a única regra da noite da banda é ser sincero.
- Ta, peguei. Mas foram só uns beijos.
- Era isso que você tava fazendo ontem quando te liguei? – perguntei, achando muita graça de tudo aquilo.
- Era. – a voz de Chaz foi sumindo conforme o questionamento aumentava.
- Cara, você tem um péssimo gosto. – Justin observou.
- Foi um sacrifício pela banda. – ele se defendeu – E ela não beija tão mal.
- Ta cara, já chega. – Justin disse. – Queremos informações, não pornografia.
- FORAM SÓ BEIJOS. – ri baixinho. – Ta – ele disse se recompondo – Na próxima quinta às 18:00. Temos que montar nosso repertório e entrega-lo. A propósito, temos que decidir um nome para a banda.
- Pera, vocês não tem um nome? - perguntei. Como não tinha reparado?
- Sim, nós eramos... - Ryan começou.
- Não importa. - Justin o interrompeu. - Não somos mais. Não depois que ela entrou. - ele disse. 
Me encolhi um pouco. Quero dizer, eu não sabia o que se passava na cabeça de Justin. Mas eu sou legal. Eu sou suportável pelo menos. Eles queriam um novo baterista, não foi como se eu tivesse dado um golpe de Estado. Quero dizer, acho que seria um golpe de Estado se eu fosse a vocalista e tivesse tirado Justin, mas...
- Não será mesmo - Chaz concordou e eu gelei- A banda será melhor com Summer aqui. - ele sorriu, exibindo covinhas. Eu acho que nunca beijaria o Chaz. Tipo, ele parece um bebê. Que tipo de pessoa beija um bebê? - Alguém tem alguma sugestão? - ninguém se manifestou. - Eu pensei em The dreamers. 
- Que nome gay, cara. - Justin disse.
- Isso não é um fandom? - perguntei, vasculhando em minha mente onde tinha lido isso. 
- O que raios é um fandom? - perguntou Justin, se virando para mim. 
- Pop corn. - Ryan disse antes que eu respondesse. 
- Cara, você acabou de comer TODOS os bolinhos que a Summer nos trouxe. - Chaz disse. - Para de pensar em comida, por favor. 
- Não - ele rebateu - O nome da banda, The Pop Corn.
Franzi a testa, e vi que Chaz e Justin faziam o mesmo. 
- Por quê? - perguntei e vi que a pergunta saiu meio devagar, daquele jeito que a gente fica na dúvida se deveria perguntar ou não. 
- Porque a banda é um estouro. - Ryan respondeu e instantaneamente vi almofadas em voando sua direção. 
- PELO MENOS EU DEI UMA SUGESTÃO! - ele disse em meio a almofadadas, enquanto eu ria.
- Pop corn seria bom se fôssemos uma banda de pop. - disse brincando. 
- Claro. E nosso logotipo seria um milho e a gente se vestiria que nem caipiras. - Justin respondeu sorrindo e Chaz riu. Decidi que era uma brincadeira, porque até que era engraçado. Mas a voz de Justin já era ácida por natureza. Será que quando ele falasse com crianças elas teriam medo? Imagina ele no supermercado...?
- Alguma sugestão Summer? - ele perguntou, mas vi que duvidava de que eu desse alguma boa. Bom, estávamos juntos nessa.
Pensei um pouco. Só vinham nomes ruins na minha cabeça. Ou que já existiam, tipo The Killers. Ou que eram femininos até para mim.
- Sem pink, sem flores ou unicórnios. Tem que ter estilo. - Jutin disse. 
ERA ISSO! ESTILO. 
- The.. Swag. - falei baixinho, mais para mim do que para eles. - The Swag. - repeti para que ouvissem. 
- CARALHO SUMMER, É ISSO! - Chaz meio que gritou. 
- Pode crê. - Ryan disse. 
Olhei para Justin. 
- Até que é bom. - ele respondeu, mas vi que sua testa estava levemente franzida. Logo se recompôs. - Temos que decidir a playlist logo. 

------

Oi! Tudo bem com vocês?
Desculpa por todo o tempo desaparecida. Desculpa mesmo. Como disse antes, minha vida está uma correria. Eu sei que soa falso quando digo isso, porque quando leio fic eu tenho vontade de matar a escritora, então acho que devo a você uma explicação do meu sumiço: primeiro eu fui oradora, e foi muito legal. Mas eu estava bem nervosa e ensaiando que nem uma doida, e mesmo assim foi emocionante. Ta no meu face, para quem quiser ler. Estava louca atrás do meu vestido de formatura, mas agora já o encontrei e esse sábado é o baile. JÁ!
Ah, depois do baile de formatura, eu vou correndo - quero dizer, de carro - para o aeroporto e passar uma semana viajando. Mas calma, que nesse meio tempo eu vou deixar programado uma fic de Natal que escrevi ano passado. 
Espero que compreendam e saibam que as coisas vão voltar ao normal em breve. 
Beijo, vocês são especiais para mim, 
Audrey.  

15 comentários:

  1. E toda essa marra de Justin? haahha
    Continua, esta perfeito.

    ResponderExcluir
  2. Eu preciso entender logo, qual é a do Justin ! Ele é meio bipolar bahsuahaajsjah contiunua logo ta perfeita <3

    ResponderExcluir
  3. continuaaaaaaaaaaaa está bom d+

    ResponderExcluir
  4. "Porque a banda é um estouro" KKKKK
    Continuaa, ta muito bom ! Ah, e continua a fic Camp Idol, é muito boa também !

    ResponderExcluir
  5. O Justin tem um genio muito ruim pqp
    Eu ri mt

    ResponderExcluir
  6. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH MEU DEUS QUANDO QUE ELE VAI SE ENTREGAR PRA ELA?? JÁ TA PODENDO!!

    ResponderExcluir
  7. aaaaaaaaaaaaah!!!!!Continuaaaaa please!!Bieberkiss

    ResponderExcluir
  8. Continua por favor ..beijos maninha

    ResponderExcluir
  9. Continuaaaaaa!Ta pefeição, scrr

    ResponderExcluir