2 de out de 2013

Losing Grip - Capítulo 13

Eu estava com o celular na mão e olhava pra Justin com ar de desespero, ele pareceu não entender e me questionou com o olhar para em seguida dizer alguma coisa.

-Você não vai atender? –ele arqueou uma das sobrancelhas.

-É minha mãe. –fiz uma careta.

-Eu vou pro quarto, pode conversar com ela a vontade. Quando terminar me chama. – então saiu dali, me deixando a sós com um celular que insistia em tocar.

-Oi...Oi mãe. –eu disse um pouco nervosa. Qual é? Eu não falava com ela faziam semanas e de repente ela me liga, alguma coisa tinha acontecido.

-Eu e seu pai. –ela fez uma pausa longa. –Nós descobrimos uma coisa.

-Que coisa? –eu estava nervosa. –Sobre o que?

-Sobre o seu acidente. –ela respirou fundo. –E a morte da sua irmã.

Meu coração gelou. Nós não tocávamos nesse assunto desde que eu saí do hospital, nós nunca falamos sobre isso, nem mesmo sobre como doía não tê-la mais conosco. A voz da minha mãe era indescritível e impossível de saber quais sentimentos guardava. Era como se alguém tivesse tocado em uma ferida que levou meses pra cicatrizar e trouxesse toda a dor de volta. Depois de me recuperar continuei.

-O que tem o acidente? –perguntei baixo. –Nós não falamos sobre isso desde... Bom, desde sempre.

-Seu pai e eu contratamos um detetive. –ela começou a me explicar. –Desde o acidente ele procura vestígios de quem causou tudo. Quem era a pessoa que dirigia o outro carro.

-E? –eu estava tremendo, meu coração parecia que sairia pela boca. Eu estava surtando, mas tentava parecer o mais calma possível.

-Nós descobrimos quem foi. –após disser isso ela se calou, como se pra ter certeza que eu ainda estava do outro lado da linha.

Minha respiração ficou pesada, era como se todo o oxigênio do mundo tivesse acabado. Meu coração batia de forma descompassada, minhas mãos tremiam. Me lembrei da noite do acidente, da festa em que estávamos, da chuva que insistia em cair. Me lembrei da luz forte que vi até não enxergar mais nada. Me lembrei de ter acordado no hospital, com vários tubos ligados a mim. Me lembrei de ter visto minha mãe chorar abraçada ao meu pai e da voz deles ao dizer que Lauren não tinha resistido.

Balancei a cabeça de leve e desvencilhei-me dos pensamentos. Ao falar minha voz soou estranha.

-Quero saber o nome. –foi apenas o que eu consegui dizer, de forma seca e ríspida.

-Seu nome é Justin.  –ela fez uma pausa, que pareceu levar uma eternidade e continuou. –Justin Bieber.

Meu coração que já não batia normalmente antes, agora parecia lutar pra sair do meu peito. Minhas mãos começaram a tremer de uma forma que eu nunca vi antes. Não podia ser ele. Não ele. Olhando pro nada deixei que meu celular caísse no chão. O barulho foi suficiente pra que Justin ouvisse e viesse até a sala, me encontrando completamente imóvel com o olhar fixo no nada.

-Claire, você ta bem? –ele se aproximou de mim e eu não reagi. –Claire, o que sua mãe disse?Por que você ta assim? Fala comigo, Claire. Por favor.

Eu então desviei meu olhar pra ele, pro interior dos seus olhos, onde eu poderia ver toda a mentira que ele guardou. Pensar que eu tinha me apaixonado por ele me doeu de uma forma tão intensa que eu tive vontade de gritar. Meus olhos começaram a se encher de lágrimas e olhando nos meus olhos eu via a preocupação de Justin. Que ironia não? Agora ele se preocupava, mas não pensou duas vezes antes de me deixar presa entre as ferragens de um carro. Ele levou uma de suas mãos ao meu rosto na tentativa de limpar as lágrimas que começaram a sair e seu toque fez minha pele arder. Segurei seu pulso e tirei sua mão dali. Peguei meu celular no chão e minha bolsa que estava em cima da mesinha de centro e saí dali, sem dizer uma palavra.

Entrei com dificuldade no meu apartamento, era como se eu estivesse em outro plano, eu sentia meu corpo pesado. Joguei minhas coisas sobre o sofá e fui até o banheiro, me despi e enchi a banheira, pela primeira vez desde que tinha me mudado. Fiquei lá dentro imóvel e sem expressar nenhum sentimento por um tempo até que eu desabei. As lágrimas corriam pelo meu rosto aos montes, eu soluçava e apertava meus joelhos contra meu corpo. Eu havia chorado na sua frente contando como tudo aquilo me perturbava, ele me abraçou e me acalmou. Por que ele não me disse nada? Por que ele simplesmente nos deixou lá naquela noite? Se ele tivesse chamado ajuda talvez a ambulância tivesse chegado a tempo e minha irmã ainda estivesse viva. Mas ele foi um covarde, ele fugiu. Ele mentiu pra mim. Ele viu a dor nos meus olhos e não disse nada. Como ele pode ser tão frio?

Tentei pensar que o nome que eu tinha ouvido era outro, que Justin Bieber era um nome desconhecido pra minha mãe. Tentei voltar ao momento em que estávamos prestes a nos entregarmos um ao outro, ali, no sofá da casa dele. Tentei pensar em seu beijo, no som da sua risada. Nas suas tatuagens que compunham seu braço de forma imponente. Mas a única coisa que consegui imaginar foi seu rosto, por trás daqueles faróis que quase me cegaram aquela noite. Só conseguia imaginá-lo arrastando seu corpo ensanguentado para longe do local do acidente. E uma pergunta que martelava em minha cabeça. Se ele causou tudo isso, por que deixou que eu me aproximasse? Por que ficou tão próximo de mim?

Saí da banheira e coloquei um pijama, me deitei na cama e adormeci. Só acordei no dia seguinte, com o sol entrando em meu quarto e batendo no meu rosto. Fiquei todo o fim de semana em casa, não saí pra nada, não falei com ninguém. Minha mãe tinha me enviado uma foto do “assassino da minha irmã”, para que eu soubesse exatamente quem era. Mal sabia ela que eu era completamente apaixonada por ele.

Quando foi na segunda feira não tive vontade nenhuma de ir trabalhar, mas eu precisava do dinheiro e tive que ir. Saí um pouco mais cedo para não correr o risco de me encontrar com Justin no corredor do prédio. Peguei o metrô, que nesse horário não estava tão cheio, o que foi bom. Cheguei à empresa e ela estava praticamente vazia, fui direto pra minha sala e comecei a adiantar o trabalho. Passei o dia inteiro sentada separando contratos, arquivando e de alguma forma tentando deixar minha mente o mais longe possível de tudo que envolvesse Justin. Na hora do almoço não fui ao refeitório, continuei ali, trabalhando. Eu nem estava com fome na verdade. Ouvi alguém bater na porta e pedi que entrasse. Ótimo, não adiantou de nada fazer de tudo para não vê-lo.

-Ta tudo bem, Claire? –ele perguntou entrando na sala. –Te procurei no seu apartamento pra virmos juntos e você não estava. Não deu as caras o dia todo. –não respondi.

-Aconteceu alguma coisa aquele dia? –ele começou novamente. –Se quiser podemos esquecer que aquilo aconteceu, me desculpe. –ele foi se aproximando enquanto eu me mantinha calada. –Fala comigo. Olha pra mim.

Eu comprimi meus lábios e cerrei meus olhos. Após respirar fundo disse quase em um sussurro.

-Por que nos deixou lá? –ele me olhou estranho.

-Como? –perguntou sem entender.

-Por que você fugiu? –senti meus olhos arderem. –Por que não nos ajudou?

-Claire, eu não estou entendendo. –ele tentou pegar minha mão, mas eu a tirei do seu alcance. –Do que você está falando?

-Da noite do acidente. –eu disse mais alto dessa vez e o olhei nos olhos. –Era você naquele carro. Você nos atingiu. Você matou minha irmã e fez com que eu ficasse internada por mais de um mês. Foi você não foi?


Seu rosto ficou sem expressão, como era típico dele. Você nunca conseguia saber o que Justin sentia. Fiquei o encarando, esperando que me dissesse algo. Que dissesse que foi ele e me explicasse a forma como agiu. Ou que dissesse o que eu mais queria ouvir, que não era ele naquele carro e que eu estava completamente louca.
                                  
                                                                     ...
Olá minhas lindas, gostaram do capítulo? Alguém imaginou isso? Se alguém tinha esse palpite fala aí em baixo, haha. Espero muito que tenham gostado, agora o bicho vai pegar nessa história dos dois. Quem gostou comente, quem não gostou comenta também. Próximo capítulo cheio de mais emoções pra vocês. Se comentarem muito posto rapidinho. Qualquer dúvida manda no ASK . Beijoooos e até o próximo.

42 comentários:

  1. Eu sabiaaaaaaaaaaaaaa!!!!!


    Continuaa

    ResponderExcluir
  2. SCORRRRRRRRRRRRRRR, CONTINUA LOGO!

    ResponderExcluir
  3. OMB!!!!!!!! Eu nem tava perto de imaginar isso! Mas td bem!!!! Continua logo PFV!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Continuuuuuuua, nossa ta muito emocionante

    ResponderExcluir
  5. mds mds continuuuuuuuuuuuuuuua

    ResponderExcluir
  6. OMB!!!! Você TEM que continuar o mais rapido possivel

    ResponderExcluir
  7. vaai termina,to quase chorando

    ResponderExcluir
  8. vai,vai,vai omb terminaaaa

    ResponderExcluir
  9. Nunca imaginei isso !!! Vc me surpreendeu !! Continuaaaa

    ResponderExcluir
  10. Imaginei na hora que a mãe dela começou a falar com ela.
    Continua logo.

    ResponderExcluir
  11. Porra serio me tremi de medo na hora que a mãe dela começou a falar fui lendo bem devagar e quando chegou no nome dele mano não tive reação,to chorando,não pode ser ele que seja mentira por favor :/,não demora pra postar,uma palavra pra tudo isso Perfeição :)

    ResponderExcluir
  12. AAAAAAAAAAAAAAAAAAH JESUS! EU NÃO ESPERAVA MEEEEESMO! CONTINUA PELO BIEBER AMADO!!

    PS:A MÃE DELA PODIA TER LIGADO UM POUQUINHO MAIS TARDE DEPOIS QUE ELES TIVESSEM TRANSADO NÉ?? #MÃEEMPATAFODA

    ResponderExcluir
  13. Poxa entao por isso que ele no comeco tentp se afastae? Oooo
    continua veeei

    ResponderExcluir
  14. Geeente :O contttiiinuaaa pleasseee *-*

    ResponderExcluir

  15. Aaah que droga bieber porquê vc só faz merda hein?
    Continua pleease a fic tá perfect ♥♥bjoos

    ResponderExcluir
  16. está PER-FECT continue assim,...... Cada vez quero ler mais e mais

    ResponderExcluir
  17. Oi , meu nome é Lyssa e eu também sou belieber e tambem escrevo e no meu blog estamos fazendo um concurso ... se quiser participar e divulgar o concurso pra que mais gente tenha a oportunidade de mostrar seu talento pode divulgar . Se for participar obrigada e boa sorte !
    http://lyssabelieber.blogspot.com.br/2013/09/concurso.html

    ResponderExcluir
  18. Aaaaaah estava sem tempo pra ler IB, até nas férias, estudando o tempo todo. Agora voltei e confesso, sua IB tá cada vez melhor. Tô amando *-* será q vai demorar pra eles ficarem juntos *-* Mas o Justin é uma mula, tinha mesmo q fugir? O.o ass @ToryLay ou Vitória Costa

    ResponderExcluir
  19. GOGO POSTA LOOOGO TÁ P-E-R-F-E-I-T-O VIU EU ESTOU AMANDO MELHOR BLOG

    ResponderExcluir
  20. wow está ai uma coisa que eu ñ esperava acontecer , pensei que esse acidente ñ fosse tomar tantas proporções CONTINUAAAAAAAA

    ResponderExcluir
  21. Ai meu deus eu nem pensava nisso :O ass:S.R

    ResponderExcluir
  22. ameiiiiiiiiiiiiiii divulga a minha?

    http://imaginebelieberfoda.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. aaaaaaaaaaaaaahhhh mds, apx >< Continua amor.

    ResponderExcluir
  24. Continua ta mt perfeito ^^

    Divulga o meu que acabei de fazer?
    http://ibmsonhadocomojuju.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. eu n gostei pq tinha q ser o justin em??????????? :'(

    ResponderExcluir
  26. Meu Deus!! continuaaa! Ta demais!

    ResponderExcluir
  27. Kanto features a Pokmon League, like many other regions in typically the
    Pokmon world. If you've got an eye disorder, you can
    but enjoy the wilderness. You might possibly be able
    that can find discounts. Latias and the girl brother, Latios were the specializes in of Annie in addition ,
    oakley. http://www.fak-portal.de/cgi-bin/catalog.cgi?cmd=pages&page=837050474519891_1380736546

    ResponderExcluir
  28. Ai meu Deus, eu nunca imaginaria isso, continua logo por favor.....

    ResponderExcluir
  29. PORRR FAVOOOORRR POSTA LOGO TA MTO PERFEITOOO!!

    ResponderExcluir
  30. Ansiosa mto ansiosa para o proximo cap !!!!!!!!!!! Flor vc escreve mto bem ta perfeito parabens...

    ResponderExcluir
  31. Meu Deus! Isso foi DEFINITIVAMENTE uma surpresa pra mim, eu realmente não imaginava. Você me deixou mil vezes mais curiosa q o normal. Eu PRECISO do proximo capitulo logoo !!!

    ResponderExcluir
  32. Caraca tiaaaaaa! hahaha comecei a ler sua imagine hoje e li todos os 13 Cap de uma vez por que é muito boa! Mas gente, eu to no chão, largada! Não dava pra imaginar que era o Justin, o assassino da irmã da Claire! Eu fiquei cho ki ta aqui, meu celular caiu na minha cara várias vezes kkkkk TO AMANDO TIA, CONTINUA LOGA, PLMDDS QUERO SABEEEER! kkkkk

    ResponderExcluir
  33. Indica meu blog pfff !!! http://bieberloversoficial.blogspot.com.br/2013/10/thought-of-you-parte-1.html?m=1

    ResponderExcluir
  34. To em lagrimas de verdade eu to chorando aqui soluçando

    ResponderExcluir
  35. To em lagrimas de verdade eu to chorando aqui soluçando

    ResponderExcluir
  36. To em lagrimas de verdade eu to chorando aqui soluçando

    ResponderExcluir
  37. To em lagrimas de verdade eu to chorando aqui soluçando

    ResponderExcluir