28 de set de 2013

Losing Grip - Capítulo 12

Até o fim da semana nada de muito interessante aconteceu. Eu seguia minha vida normalmente, mas confesso que já estava ficando um pouco entediada. Pra quem está acostumado a freqüentar as melhores baladas do mundo e viver várias aventuras, cair na rotina pode ser o começo do fim do mundo. E pra piorar, eu tinha que aturar Hanna me infernizando todo o tempo, dizendo que era melhor eu me afastar de Justin, disse que ele me faria sofrer e ela só estava fazendo o favor de me avisar. Eu já estava farta. Precisava urgentemente de algo que me distraísse e fizesse a adrenalina voltar ao meu corpo. Eu sentia falta de novas experiências, de me sentir viva.

No sábado, logo cedo, fui ao apartamento de Justin. Eu tinha bolado o plano perfeito para sair daquela mesmice. Eu estava mais madura, mas isso não quer dizer que eu precise só trabalhar. Justin demorou um pouco para me atender, mas assim que o fez, entendi a demora. Ele estava no banho. E sei disso porque ele abriu a porta usando somente uma toalha que estava amarrada à sua cintura. Uma corrente elétrica percorreu meu corpo. Aquela era definitivamente a visão do paraíso. As gotas que caíam de seus cabelos percorriam seu abdômen e paravam onde a toalha estava. Desejei que a toalha não estivesse ali e eu pudesse contemplar o caminho completo daquelas gotas. Justin, ao perceber minha distração passou uma das mãos em frente ao meu rosto.

-Tenta não babar, Claire. –ele então piscou pra mim de forma extremamente sexy.

-Eu só... Só estava... Eu. –ele riu do meu nervosismo. Droga, ele tinha que me deixar assim sempre?

-Relaxa. –ele sorriu de canto. –Entra aí. –e então me deu passagem. –Fica a vontade, vou só colocar uma roupa.

Fiquei olhando ao redor, por mais que eu já tivesse estado ali antes, o apartamento de Justin sempre seria carregado de mistérios pra mim. Além de me deixar extremamente excitada a idéia de nós dois termos dormido juntos naquele sofá. Logo ele voltou pra sala e ficou me olhando, esperando que eu dissesse o que estava fazendo ali tão cedo.

-Eu tive uma idéia de algo pra fazer hoje. –eu comecei a me animar. –Algo realmente sensacional.

-Tudo bem. –ele me olhou desconfiado. –E você veio até aqui por que...

-Por que eu preciso de alguém pra ir comigo. –fiz uma carinha de cachorro sem dono na esperança dele topar. –A Amber ta de caso com o Brayan, os dois saíram juntos.

Justin ficou apenas me olhando.

-Por favor, Justin. –juntei as mãos em forma de súplica. –Eu não faço algo que me interessa há meses. Eu preciso me divertir.

-Onde você quer tanto ir?

-Bom, isso é surpresa. –o olhei inocente. –Mas aposto que você vai amar.



-Você ficou louca, Claire?!? –Justin disse apavorado assim que chegamos ao destino.

-Vai me dizer que nunca quis fazer isso? –eu perguntei.

-Eu gosto muito de viver.

Nós estávamos no alto de uma ponte. Até aí tudo bem. Mas eu tinha levado Justin pra pular de bungee jump. Eu não achei que ele fosse ficar tão histérico. Qual é? Todo mundo já teve vontade de fazer isso. Certo?

-Eu não vou pular nessa coisa. –ele me olhou bravo. –E nem você.

-Como assim? – o olhei incrédula. –Você não é meu pai. Eu vou pular. E você também.

-Mas não vou mesmo. Já pensou se essa corda arrebenta?

-Você é muito medroso pra um cara cheio de tatuagens. –o olhei de forma sínica. Essa seria a forma que eu o convenceria a fazer isso.

-Eu te odeio. –ele então me fuzilou com o olhar e passou por mim indo em direção a equipe que nos prenderia à corda.

Quando eu já estava presa me pus ao lado de Justin, que olhava aflito pra debaixo da ponte.

-Feche os olhos e lembre-se de alguém que já se foi. –eu segurei a mão dele. –Pense em como é maravilhoso se sentir vivo e poder fazer coisas como essa.

Ele então olhou pra mim de forma tão profunda que apertei mais sua mão. Eu estava prestes a pular de um precipício, mas ali, com Justin eu me sentia extremamente segura. Eu senti como se nada no mundo pudesse me deter, eu me senti completa. A parte de mim que sempre faltou agora eu tinha. E eu estava adorando essa sensação. De mãos dadas, nós então pulamos.


-Isso foi louco, insano, irresponsável e incrível. –Justin disse eufórico enquanto dirigia de volta pra casa.

-Estar ao meu lado trás esse tipo de sensação. – o olhei e nossos olhares se cruzaram de forma tímida.

- A gente podia, sei lá, voar de asa delta. –ele dizia animado. –O que acha?

-Podemos marcar. –eu ri.

Ver Justin tão solto e entusiasmado era ótimo. Ele sempre quer fazer tudo certo, sem riscos. Ela totalmente renovador vê-lo tão vivo.

-Acho que vou te jogar mais vezes de uma ponte. – o olhei sorrindo. –Te ver tão animado é incrível.

-Eu não me sinto assim há muito tempo. –ele sorriu.

Quando chegamos ao prédio Justin me pediu que entrasse em seu apartamento. Me sentei no sofá e ele foi até a cozinha pegar alguma coisa. Como ele estava demorando muito, fui até lá saber se ele precisava de 
ajuda.

-Tudo certo aí, Justin?

-Tudo sob controle. –ele se virou de uma vez e fez com que nossos rostos ficassem a centímetros de distancia. Ficamos nos encarando por alguns segundos. Sua respiração quente se misturava com a minha e qualquer movimento que fosse feito seria o suficiente para que nossos lábios se encontrassem.

-Eu ... Eu. –Justin tentou dizer, com seus olhos fixos aos meus. Mas a única coisa que ele fez foi me beijar. De forma quente e maravilhosa. Nossas bocas se encaixaram perfeitamente e sua língua se enroscava a minha me causando borboletas no estomago.

Ele levou suas mãos firmes até minha cintura e me trouxe ainda mais pra perto dele. Num impulso me jogou no ar e eu prendi minhas pernas em sua cintura. Sem parar o beijo, Justin foi andando e me deitou delicadamente no sofá, ficando por cima de mim. Minhas mãos bagunçavam seu cabelo e arranhavam suas costas, tamanha era a excitação de tê-lo ali, de forma tão intima. Suas mãos por sua vez, arranhavam minhas pernas e apertavam minha cintura. Ambos arfávamos, era como se estivéssemos esperado por esse momento por anos, até mesmo vidas. Eu o desejava de forma tão intensa e pela forma como ele me tocava sabia que ele também me desejava assim. Eu estava perdida naquele momento, quando meu celular tocou. Justin se desvencilhou de mim bruscamente e eu gritei de raiva. Quem era o filho da puta que ousou atrapalhar esse momento? Assim que olhei no visor vi que era minha mãe, por um motivo que não sei explicar um arrepio me percorreu a espinha. Eu senti que se atendesse, não seriam boas as coisas que eu ouviria.

                                                               ...  
Olá meninas, como estão?? Gostaram do capítulo?? Espero que sim. E se preparem que o proximo capitulo vai ter muitas revelações. Então comentem bastante que eu posto o proximo rapidinho. Qualquer pergunta só mandar no ASK. Um beijão e até o proximo.

33 comentários:

  1. PRIMEIRAAAA TA PFTOOOOO

    ResponderExcluir
  2. Postaaaaa o proximo capitulo Pelo amor de Deus!!!

    ResponderExcluir
  3. Postaaaaa o proximo capitulo Pelo amor de Deus!!!

    ResponderExcluir
  4. haaaa posta o próximo capitulo por favor :)

    ResponderExcluir
  5. SOCORRO TO TENDO UM TRECO AQUI!! PERFEITO DEMAIS ELE QUASE QUASE FIZERAM AMOR!! AAAAAH CONTINUA PELO BIEBER AMADO!!

    ResponderExcluir
  6. Tá perfeitoo!
    Continua logo :))

    ResponderExcluir
  7. Que perfeição, amo Losing Grip, e posta logo (:

    ResponderExcluir
  8. posta por favor, não demora

    ResponderExcluir
  9. Ai meu coração *-----* eu tava sem ler as fanfics, mas quando vi a sua tive que ler, e li todas em uma dia só, e olha no que deu .. eu me APAIXONEI! Portanto, continue logo.

    ResponderExcluir
  10. POSTA POSTA POSTA POSTA!!!!!!1

    ResponderExcluir
  11. In Love com essa fic, MDSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  12. Então, tenho que fazer uma perguntinha amore ><"
    Na sua fica tem coisas meio "picantes" e meio "detalhadas"? pq tipo amo coisas assim sabe, kkk :3

    ResponderExcluir
  13. Amorrrrrrrrrrrr, posta logo. Tá pfto, e to curiosa pra saber o que vai acontecer.

    ResponderExcluir
  14. Posta logo ,ta mt perfeito linda.

    ResponderExcluir
  15. Justo agora a mãe dela tinha que ligar !! Continua ta perfeita

    ResponderExcluir
  16. Haaaa ta perfeitooooo!!!!! Continua..... E posta mais rapodo plase..fico muito curiosa

    ResponderExcluir
  17. Naao demora muito ein kkkkkk continuaaaa :) ass:S.R.

    ResponderExcluir
  18. POSTA LOOOGO O PRÓXIMO, PERDI O FOLEGOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

    ResponderExcluir
  19. Nossa tá muito perfeito, estou louca pra saber que revelações ....
    estou aguardando o próximo cap. posta logo tá beijos.
    @luh18gatinha

    ResponderExcluir
  20. Mto foda !!! Mto ansiosa para o proximo naum demora naum por favorrr !!

    ResponderExcluir
  21. Mto foda !!! Mto ansiosa para o proximo naum demora naum por favorrr !!

    ResponderExcluir
  22. Ta demais!! Posta logo o proximo capitulo!

    ResponderExcluir
  23. Continua , ta perfeitoo .

    ResponderExcluir
  24. Continua, to achando sua Ib muito linda, todo este suspense, aiin que emoção kkkkk', bjuus

    ResponderExcluir
  25. PUTA QUE PARIU. te amo garota. que ib mais viciante, eu to apaixonada. Continua????? beijos

    ResponderExcluir
  26. PUTA QUE PARIU. te amo garota. que ib mais viciante, eu to apaixonada. Continua????? beijos

    ResponderExcluir
  27. Posta logo, por favorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr.........

    ResponderExcluir
  28. continua ... ei da uma paassada no meu blogger e comenta pfv ...link
    http://imagiinebeliiebe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir