24 de mar de 2014

The boy next door (Capitulo 2)


Molly saia da escola, seu uniforme era cinza e seu cabelo preso em um rabo de cavalo. Não parecia mais ser mais velha, mas era tão fofa. Ela entrou no carro e jogou a mochila no banco traseiro. Olhou-me e sorriu de lado.
"Conta ai o que aconteceu na boate." Liguei o carro o suspirei, segui para uma lanchonete.
"Ela dançou, dançou, dançou, se jogou para todo mundo, me viu e ficou com um cara na minha frente." Molly gargalhou, a olhei aborrecido.
"Só isso? Sério?" Ela sorriu para mim ao ver minha cara. Que sorriso lindo. Sorri também. "Deixa ela de lado também."
"Mas ela é gostosa de mais!" Parei o carro em frente a lanchonete. Molly saiu primeiro, indo procurar mesa.
Ela comia seu lanche como se fosse a coisa mais gostosa do mundo, parecia uma criancinha pequena quando come um doce. Gargalhei.
"Ta olhando o que? Comi só um biscoito hoje." Resmungou ela.
"Calma, mocinha, mais educada com seu irmão mais velho." Falei, Molly gargalhou e bebeu um pouco do refrigerante. "Vai querer sobremesa?"
"Quero sim!" Molly deu a ultima mordida no lanche e começou a comer as batatas. "Mas eu posso escolher a que eu quiser?"
"A que você quiser." Falei e ela concordou e passou a ver o cardapio. "Mas não pode demorar muito, tenho que voltar para o estagio daqui a pouco."
"Pouco quanto?"
"Uma hora."
"Sério?" Molly fez um bico. Sorri.
"Desculpa, mas é meu horario." Falei e bebi um pouco do refrigerante de Molly.
"Pede um sunday para mim?"
"Molly, ta frio!"
"Como você é chato."
"Pede algo quente."
"Um bolo?" Molly perguntou e eu concordei.
Parei em frente a casa de Molly. Ela me abraçou, sua mão acariciava minha nuca, apertei e dei-lhe um beijo na bochecha.
"Tchau Jus." Ela falou e sorriu de lado. "Foi bom te ver hoje."
"Posso fazer o mesmo sexta que vem?"
"Não só pode como deve." Ela saiu e entrou saltitando dentro de casa. 

Parei em frente a casa de Jesse, sua janela estava aberta e ela estava apoiada sobre ela, estava linda e atraente. 
"Jus, pode subir se quiser." A olhei e subi as escadas. Pulei sua janela e a puxei para mim. 
Seus labios colaram aos meus, sua mão puxava minha camisa, tentava tira-la. Arranquei sua camisola e a joguei na cama.


OBRIGADA PELOS COMENTARIOS. 

4 comentários:

  1. Posta logo o próximo? Porfavorzim, ta mt bom mas eu não to entendendo direito, explica melhor. Obrigado e bjs diwa cnt ahêê.

    ResponderExcluir
  2. Aaaah, mt perfeito! continuuua logo.

    - Victoria Marques

    ResponderExcluir
  3. Parou na melhor parte fiquei triste :( continua

    ResponderExcluir