5 de mar de 2014

Classic - 05



- Você está melhor? - Jasmine abriu a porta, com alguns livros nas mãos.
- Estou ótima. Foi só um susto, eu já disse.
- E então? - Jas se sentou ao meu lado, no sofá.
- E então o quê? - levantei as sombracelhas, sem tirar os olhos da tevê.
- Como foi com o Justin?
- Horrível.
- O que vocês fizeram a tarde toda? - Jasmine perguntou.
- Nada. - declarei. - Sério. Ele fez algo saudável pra mim e então depois eu o mandei embora.
- Por que? - ela indagou, indignada.
- Porque ele é um idiota, um completo idiota e eu não o suporto.
- Ele parece ser um cara legal. - ela comentou.
- Mas só parece mesmo.
- Me diga, o que ele tem de tão ruim assim?
Dessa vez, me virei para ela.
- Tudo. - disse, firme.
- Uh, certo. - Jasmine se levantou do sofá. - Mas lembre-se de que você não pode viver pra sempre presa ao passado.
Dei de ombros, não me importando.
Talvez eu estivesse mesmo vivendo presa ao passado, mas era isso o que eu queria, não era?
- A propósito - Jas falou, da porta. -, hoje nós vamos a um pub.
- Que pub?
- Um pub que o pessoal costuma frequentar nos fins de semana.
- Obrigada, mas eu dispenso. - voltei minha atenção para a tevê.
- Não tem essa de dispensar. - ela fez uma pausa. - Ou você vai ou vai.

- Está frio aqui fora. - eu disse, passando a mão nos braços. - Vou voltar pra pegar um casaco.
- Nada disso. - Jasmine me segurou. - Eu sei que você quer trocar  de roupa, mas você não vai.
- Jasmine, olha isso, essa blusa não tem mangas.
- E ela é assim mesmo, é melhor ir se acostumando.
Bufei, irritada.
Jasmine e eu havíamos discutido sobre isso.
Ela queria que eu fosse com uma saia e uma regata, mas eu neguei. O que eu queria mesmo era ir com um moletom e uma calça qualquer, mas ela não concordava com a minha opinião. No fim, após muita briga, acabei tendo que vestir uma blusa de renda soltinha e um short jeans. Pelo menos, eu a convenci a usar meia calça por baixo do short.
Eu me sentia muito exposta mostrando qualquer parte do meu corpo pras outras pessoas, mesmo que fossem apenas os braços. Pra falar a verdade, eu tinha vergonha do meu corpo, mas, quando Jasmine põe alguma coisa na cabeça, ela não tira. Ela acha que eu devo viver mais, aproveitar mais e esquecer do aconteceu. A questão é que ela não viveu o que eu vivi e não sabe como é difícil esquecer aquela noite.
Pegamos um táxi e Jasmine deu o endereço ao motorista.
- Você precisa se divertir, Morg. - ela me abraçou de lado, dentro do carro.
- E desde quando diversão é ir a um pub?
- Desde sempre. - Jasmine falou. - Você vai ver como vai ser legal sair um pouco.
- Você já esteve lá antes?
- Não, mas se o pessoal da faculdade vai, então deve ser legal.
- Eu não posso ir embora, não é? - perguntei, esperançosa, mesmo já sabendo da resposta.
- Não, não pode.
Ótimo, pensei.
O tal pub ficava um pouco longe da faculdade, mas não demoramos mais que 20 minutos pra chegar.
Pagamos o táxi e logo ele deu meia volta e foi embora. Agora eu sabia que não tinha mais saída, eu ia ter que ficar ali, querendo ou não.
A rua estava um pouco escura e a má iluminação dos postes não favorecia nada.
- É ali. - Jasmine apontou para o fim da rua, onde uma construção se destacava das demais.
As paredes eram marrons e um letreiro amarelado formava a fachada.
Respirei fundo.
Jas me puxou pelo braço e me guiou.
Nós entramos no pub e até que não era um lugar ruim. Por dentro, as paredes eram brancas, o teto alto, as lâmpadas iluminavam o local e havia um bar, assim como um palco onde uma banda desconhecida tocava uma música qualquer. As pessoas estavam em diversos lugares, rindo, conversando, bebendo. Todas pareciam ter entre seus 19-21 anos e praticamente a metade eu já havia visto lá na faculdade.
- Vamos beber alguma coisa? - Jasmine chamou minha atenção.
Assenti.
- Me dê duas cervejas, por favor. - ela pediu ao barman.
- Eu não vou beber nada com álcool, Jasmine. - falei.
- Para com isso, Morgan. É só uma cerveja.
- Tudo bem, mas só hoje.
- Aqui estão. - o barman nos entregou e eu logo dei uma golada.
Como aquilo era bom. Fazia tempo que eu não bebia e eu sentia falta disso. Não é que eu fosse uma alcoólatra ou algo do tipo, mas eu gostava de beber.
- Oi, Jas. - um garoto se aproximou da Jas. Ele era alto, tinha cabelos pretos, olhos azuis e usava uma blusa xadrex com uma calça jeans. Bonito.
- Ei, Tobby. - ela o cumprimentou. - Tobby, Morg. Morg, Tobby.
Nós apertamos as mãos e ele sorriu. E que sorriso! Os dentes perfeitamente brancos e alinhados. Sorri de volta.
- Tobby é da minha aula de Direito Penal. - ela falou para mim. - Morg é a minha melhor amiga. - dessa vez, ela se virou para ele.
- Você estão gostando daqui? - Tobby perguntou.
- Sim, é bastante agradável, não é? - Jasmine me encarou.
Eu apenas assenti.
- Onde é o banheiro? - indaguei.
- No final daquele corredor. - Tobby apontou.
Saí do banco e meus pés tocaram o chão. Girei os calcanhares e fui para o corredor. No final dele, haviam dois um banheiro, um masculino e outro feminino. Empurrei a porta do feminino e entrei.
Lavei meu rosto e me encarei no espelho.
O que eu estava fazendo?
Balancei a cabeça e suspirei.
O que custava ser normal por apenas uma noite?
Enxuguei as mãos com uma toalha de papel e empurrei a porta do banheiro.
Então eu o vi.
- Oi, Hon. - Justin chamou-me.
- O que você tá fazendo aqui?
- É proibido vir a um pub agora? - ele sorriu, sarcástico.
- Está me seguindo? - semicerrei os olhos.
- E se eu estiver?
- Então é melhor parar - me aproximei dele -, a não ser que queira ganhar outro soco.
- Uh - ele levantou as mãos -, você sabe que eu desejo qualquer coisa que venha de você.
Revirei os olhos.
Saí andando pelo corredor até chegar ao bar novamente. Justin estava do outro lado do pub e me olhava por cima da garrafa de cerveja. Haviam dois meninos ao lado dele, um era loirinho e o outro era um moreno que, pra falar a verdade, era muito bonito.
- Aquele ali não é o Justin? - Jas perguntou.
- Infelizmente.
- Vamos lá falar com ele. - ela se levantou.
- Não mesmo. - neguei com a cabeça.
- Por que? Ele foi tão gentil com você hoje.
- E daí? - cruzei os braços contra o peito - Eu não pedi por isso.
- Okay, eu não vou insistir. - ela disse, por fim.
-  Cadê o seu amigo, o Tobby? - perguntei só por perguntar mesmo.
- Não sei. - Jas deu de ombros. - Ele não é bem meu amigo, é mais meu colega de classe.
- Ele parece gostar de você.
- Urgh, ele é bonito mas... eu tenho o Luke e estou feliz com ele.
Assenti.
 Após umas 3 ou 4 cervejas, eu estava me sentindo melhor. É tão bom quando o álcool está em seu corpo e você finalmente sente uma sensação boa. Eu não era de ficar bêbada rapidamente, mas só por conseguir esquecer meus problemas, era um grande alívio.
- O que o Justin está fazendo? - Jas me chamou de volta à realidade.
- O quê? - procurei Bieber pelo pub.
Ele estava em cima do palco e ia cantar uma música.

***********************************************
Oi, gatinhas.
Primeiramente, obrigada pelos comentários. Eu amo vocês, muito. Sem vocês, isso aqui não existiria. Então, vamos lá.
Feer : Prontinho! Obrigada pelo comentário.
Lu: Ai, meu Deus, eu estou encantada é com você. :)
Morg: Obrigada, amor. Seja bem vinda!
Joana: Claro. E obrigada por comentar.
Isa: Obrigada, gatinha.
Laura: Pronto, obrigada.
Nath : Linda é você, e tava sim uaheuahuh mas que que você gostou, fico feliz!
Vic: Continuo sim e obrigada pelo comentário. :)
Patrícia: Continuei!

É isso, galera.
Ah, vocês conhecem alguém que faz trailler pra fanfic? Se conhecerem, me falem, por favor.
Obrigada.
Beijos da Vic. xx


17 comentários:

  1. OMG eu quero saber o que aconteceu com ela .-. mas eu sei que tu é malvada e vai deixar a gente na curiosidade um bom tempo né? Heeuheuheueeu enfim CONTINUA LOGO

    ResponderExcluir
  2. Awnnnn!!Obrigada!! Nossa amei o cap. Continua logo por favor!!!!! Ta muito bom!!!

    ResponderExcluir
  3. Tava cm mt saudades d ib,é a mh favorita.continua

    ResponderExcluir
  4. ansiosissimaaaa continua logo gataaa

    ResponderExcluir
  5. muito bom..so nao acabe rapido demais ou demore de mais pra postar outro cap..e pode ser um bem maior kkkkkkkk to amando

    ResponderExcluir
  6. Aaaaaaaaaah socorro o Justin vai cantar :'D continua rapido, to curiosa :x beijoooo

    ResponderExcluir
  7. Meo Deos, ta p3rf3it0 continuaa looogo huehue

    ResponderExcluir
  8. cara sua fic é super perfeita !! amoney :33 kkk só que eu queria muito saber o que aconteceu com a Morg no passado :// mais de resto super perfeita <3 ps: viih

    ResponderExcluir
  9. To amando, to curiosa pra saber sobre o passado dela uhh q medoo :-[ prfv ñ demora mt senão eu morro kk'
    Bjuus
    By ketlin voigt

    ResponderExcluir
  10. Awnnnnnnnnnnnnnnnnn canta pra ela seu lindo!! continua pelo Bieber amado!!

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Que perfeito! Continua <3

    ResponderExcluir