3 de ago de 2013

Losing Grip - Capítulo 04

A semana finalmente tinha chegado ao fim, era sexta feira e eu estava voltando do trabalho. Eu já trabalhava na lanchonete faziam duas semanas. Eu nunca pensei que minha vida pudesse mudar tanto em tão pouco tempo. Minha mãe não me ligou mais, ao contrário de Amber, que me ligava no mínimo umas três vezes ao dia. Eu sempre encontrava com Justin, era estranho, ele sempre aparecia nos lugares em que eu estava, e descobri que ele era frequentador oficial da lanchonete, todos os dias ele tomava café lá. Sempre dava um jeito de dizer algo desagradável, ele tinha o poder de me deixar extremamente nervosa, eu tive que me controlar várias vezes pra não voar no pescoço dele, tanto pra matá-lo quanto pra beijá-lo, porque seu olhar sexy e seu sorriso sedutor me causavam desejos quase que incontroláveis.

Eram oito da noite quando minha campainha tocou, Amber estava na porta vestida de forma um tanto sexy.

-Se arruma. Nós vamos sair. –ela disse animada.

-Sabe que eu realmente preciso? – franzi o cenho. –Tem tempos que não me divirto. Vou me arrumar rapidinho. –sorri.

Corri pro quarto e peguei um tubinho preto que realçava minhas pernas, coloquei um salto, arrumei meu cabelo e fiz uma maquiagem rápida. Eu ainda tinha um pouco de dinheiro e não via forma melhor de gastá-lo. Seguimos pra boate no carro de Amber, o que me fez lembrar que faziam dias que eu não sentia o ronco do motor do meu carro, eu precisava dar umas voltas com ele pela cidade depois. Assim que chagamos a musica alta já podia ser ouvida, o lugar estava cheio. Fui direto ao bar e pedi uma dose de tequila, e depois outra e outra. Eu já estava completamente leve e fui dançar com Amber. Eu deixava meu corpo ser guiado pela musica, depois de um tempo eu senti mãos em minha cintura e me virei, era um homem lindo. Fiquei dançando com ele um tempo e do nada ele me beijou, sua mão percorria todo o meu corpo e eu afundei meus dedos em seu cabelo. O beijo era intenso, só paramos quando ficamos com falta de ar. O cara levou sua boca ao meu ouvido.

-Não quer ir pra um lugar mais calmo? – e piscou pra mim.

Eu olhei em volta e vi Amber dançando com um carinha bem bonito, mas meu coração disparou quando olhei na direção do bar e vi Justin sentado ali, olhando em minha direção, seu rosto estava sem expressão nenhuma, ele apenas observava o que eu fazia. Esse cara tem que estar em todo lugar que eu vou?

-E então gata, o que me diz? – o cara voltou a perguntar.

-Eu acho melhor não. –disse e saí dali.

Me sentei no bar e comecei a beber de novo. Quando me levantei tive que me segurar no balcão pra não cair, eu via tudo rodando, mas eu senti uma enorme vontade de dançar e me esquecer de todos os problemas que tinham aparecido na minha vida. Fiquei dançando no meio da pista, eu estava de olhos fechados e sentia meu corpo leve, quando os abri vi tudo embaçado, eu desequilibrei e caí. Eu achei aquilo tão ridículo que comecei a rir de mim mesma, algumas pessoas em volta olhavam pra mim, mas eu não me importava com elas. Então eu senti braços que me puxaram pra cima. Era Justin, ele me olhava muito sério.

-Já chega Claire, eu vou te levar pra casa. –disse rígido, seu maxilar estava contraído o deixando ainda mais sexy.

-Uuuh, ele vai me levar pra casa. –olhei em volta. –Você ouviu isso Amber? –disse assim que a encontrei. –A noite hoje promete.

Eu segui em direção a saída com Justin, eu andava com dificuldade, aqueles saltos estavam acabando comigo. Ele me colocou com certa agressividade no banco do carona e depois deu a volta no carro. Ele estava sério e não dizia uma palavra, eu acabei dormindo ali mesmo.

Quando acordei minha cabeça latejava, eu olhei em volta e me assustei tanto que caí da cama. Onde eu estou?  Aquele definitivamente não era meu apartamento e julgando pela decoração do quarto um homem morava ali.

-Finalmente você acordou. – disse Justin entrando no quarto só de bermuda.

-Ai meu Deus! Não me diga que nós... nós não ... certo? –eu disse apavorada.

-Você quer saber se a gente transou? –ele perguntou simples e eu assenti. Ele então sorriu. –Nós fizemos bem mais que isso.

-Eu não acredito que fiz isso. –comecei a andar de um lado pro outro. – A culpa disso tudo é sua, eu não sabia o que eu estava fazendo, você se aproveitou de mim. –ele então começou a rir descontroladamente. –Qual é a graça seu idiota?

-Você acha realmente que isso aconteceu? –ele parou de rir. –Não seja ingênua Claire.

- Seu idiota. –eu disse indo em sua direção e lhe socando várias vezes o peito, ele nem parecia sentir. –Por que me tirou de lá? –eu perguntei nervosa.

-Por que você estava completamente bêbada. –ele disse firme. –Você acha que as pessoas ali não iriam tirar fotos e vender pra jornais e revistas da cidade? –eu fiquei calada. –O nome que você carrega não é somente seu, as coisas que vocês faz afetam seus pais também, a empresa deles. Mas você é egoísta demais pra pensar nisso. Agora eu entendo porque eles  te expulsaram de casa. Deve ser um desgosto ter uma filha como você. –ele me encarava, como se estivesse olhando pra pior pessoa do mundo.

-Você não me conhece, Justin. –eu disse baixo, quase não era possível me ouvir. –Você não vai fazer de mim alguém que eu não sou. –eu peguei minhas coisas. –Obrigada pela carona. –eu passei por ele e saí dali.

Eu estava com a porta do seu apartamento aberta, prestes a sair, quando vi o braço de Justin passar rápido ao meu lado e fechar a porta bruscamente.

- Me deixa ir embora, Justin. –disse me virando pra ele. –Eu preciso de um banho e um analgésico.

-Me desculpa. –ele sussurrou. Seu corpo estava tão próximo ao meu, sua boca a centímetros da minha. Eu sentia uma corrente elétrica passar por cada centímetro de mim, fazendo minhas pernas ficarem bambas. Mas o que está acontecendo? Justin é um idiota, eu não posso ficar assim perto dele.Com certa dificuldade, já que eu me perdi em seus olhos, eu falei.

- Você percebeu que essa é a segunda vez que me pede desculpas desde que nos conhecemos? – eu então saí do transe e falei mais firme. – Você devia medir mais suas palavras. Você pensa que tem o direito de me julgar? Você não sabe nada sobre mim.

-Eu sei disso. –ele falava baixo, com seu corpo ainda bem próximo do meu. –Eu sempre acabo falando demais e magoando as pessoas. Mas eu prometo tentar me controlar.

-É o que veremos. –eu então abri a porta e saí dali.

Assim que entrei em casa liguei pra Amber, antes mesmo que ela pudesse dizer “Alô” ,eu me apressei em dizer:


-Amber, eu estou com sérios problemas.

                                                                      ...
Olá meninas, como vão?? Gostando da história? Eu espero que sim. E quem gostou comente muito, por favor. Qualquer dúvida ou sugestão, pode me mandar no ASK. E como prometido, aí vão alguns blogs pra vocês entrarem, lerem as IB's e tudo mais : aquiaquiaqui e aqui. Por hoje é isso, até o próximo capitulo e comenteeeem. Beijooos

23 comentários:

  1. aaaaah continuaa *-*

    ResponderExcluir
  2. Iii sabia que essa idá a boate ia dar em bebedeira, e o Biebs foi fofo levando a Claire pra casa S2. Mas cara não precisava jogar na cara dela né Jus ??? Vei Claire tá apixonando pelo Jubs e ele por ela hehe. Continua logo anjo, Bjs. E qual é seu nome ???

    ResponderExcluir
  3. CONTINUAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHH

    ResponderExcluir
  4. OMG! Pensei que eles iam se beijar :/ Adorei! *-*

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, mas seria legal se vc fizesse capitulos maiores ou postasse com mais frequencia, mesmo assim, a historia ta incriveeeel :D

    ResponderExcluir
  6. Ta perfeito *----* continuaaaaaaaah

    Divulga? : muleka-beli3ber.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. hahahaahha to amando essa estória.........to amando muiiiiittooo..... só queria q nao demora-se muito pra posta

    ResponderExcluir
  8. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH MEU DEUS ELES TINHAM QUE TER SE BEIJADO! JESUUUUUUUUUUUUUUUUUR DO CÉU!! CONTINUA PELO BIEBER AMADO!

    ResponderExcluir
  9. Ta perfeitão, como sempre né !? Esse negocio do Bieber ta em todo canto que a Amber, ta super estranho ! Acho que ele é um guarda costas que a mãe da Amber mandou pra vigar ela, é o que EU acho né ! AUHSUAHSUAHSUA' Enfim, não demora pra postar gata. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Ta perfeita sua IB !!!
    Continua logo ....

    ResponderExcluir
  11. Perfeito:3
    Amei, posta logo o próximo!!
    Divulga a minha Fic, por favor!?!
    imaginebeliebercomojay.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oh gosh continua logo pelo amor de deus kkkk tá muuitooo divaaaaa e eu to muuuiiitoooooo curiosa kkkkkkkkk e agr...

    ResponderExcluir
  13. Acho q o Bieber é algum tipo de guarda costas q foi contrarado pelos pais dela!! Continuaaaaaa

    ResponderExcluir
  14. Continua pq vc ta diva divando !

    ResponderExcluir
  15. PELO AMOR DE DEUS!!!!!!!!! CONTINUA LOOOOGO, TA MUITO BOA A HISTÓRIAAAA! TO AMANDO! CONTINUA A
    MOOOORE (:
    teens-antenadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. ELES PRECISAM TER UM CASOOOOO KKKKKKKK'

    ResponderExcluir
  17. eu to adorando! haha continua?? beijos

    ResponderExcluir
  18. Essas ibs deviam virar filme sabia? Mt perfeita

    ResponderExcluir