26 de mai de 2013

Chosen • capítulo 5 • flashback

- Por que diz isso?

Às vezes me esquecia de que não morava sozinha naquele quarto. Por um momento pensei ser a voz de à pouco de novo, mas a voz soara muito mais doce aos meus ouvidos agora. Virei meu rosto em direção do som e vi que Jason estava deitado despojadamente em sua cama com um livro em mãos. Parecia-me um clássico, mas não perdi muito tempo tentando identificar o nome pois estava vermelha de vergonha por a cena que ele havia presenciado à pouco.

Apenas olhei fundo em seus olhos e soltei um longo suspiro. Ele se acomodou em sua cama e então bateu com a mão levemente nela, indicando-me para ir até lá. Sentei ao seu lado.

- O que houve depois que foram mandados para a direção? Não te vi a tarde inteira.

- Susan me condenou a limpar todo o refeitório e o quartinho com Justin, além de outros quartos que vamos ter que limpar ao longo do mês. 

- Nada mais aconteceu? Ele tentou algo?

- Não. 

Menti. Queria contar tudo para ele, contar toda a verdade, pedir algum concelho, uma luz, talvez. Mas não tinha coragem. Sei que acharia que era louca, e então acabaríamos nos afastando. Não queria perder o único amigo que tinha conquistado neste local.

- Jay - minha voz soou fraca, mais como um gemido.

- Fala

- Lembra daquilo que você me disse ontem... Sobre o quartinho ser assombrado, algo parecido?

- Lembro. O que você quer saber?

- Você pode contar essa história pra mim?

- Tudo bem. - ele sorriu levemente e virou-se de frente para mim; fiz o mesmo.

Flashback

- Acho que não vou poder te ver hoje amor, meus pais vão ficar em casa a noite inteira, não tenho como fugir.

- Mas... - uma masculina voz começou a se pronunciar do outro lado do telefone, mas foi interrompida, pois a filha assustada desligou a chamada ao ouvir uma batida na porta do seu quarto.


- Com quem você estava falando no telefone? - a mãe perguntou desconfiada.


- Com uma amiga, mãe, estava perguntando o dever de casa.


- Sei que está mentindo para mim. Conheço a filha que tenho. Por favor, só espero que não tenha voltado a falar com àquele vagabundinho que você se relacionava. Você merece muito mais.


- Ele não é vagabundo mãe! - a filha gritou jogando o celular na cama. Já estava no seu limite. Estava cansada de toda a pressão de seus pais, de insistirem que ele não era o garoto certo para ela. Mas a garota sabia que sim. - ele é ótimo, me entende e eu o amo, não me importa se vocês não o aceitam. - sua voz chorosa soou com desespero ao pronunciar a confissão. 

- Minha filha, entenda, só queremos o seu bem. Ele não é o garoto certo para você. É um fumante, alcoólatra, com passagem na polícia, e você é uma princesa! - a mãe insistia, num tom parcialmente calmo, tentando convencer a filha. Aproximou-se, afagando os belos cabelos negros de sua filha que sentava-se na ponta da cama.


- Ele mudou, mãe. Por mim. - as palavras da mulher eram insignificantes aos ouvidos da jovem menina. Estava perdidamente apaixonada. - E eu não sou uma princesa, estou longe disso. Eu cresci! Encare os fatos, não sou mais a sua bebê. Agora me deixe em paz, por favor. - a menina se levantou e foi até a porta, fazendo sinal para que sua mãe saísse, enquanto uma ou duas lágrimas escorriam por sua bochecha. 



Em pouco tempo escureceu. A filha percebendo que seus pais já dormiam, decidiu sair de casa para encontrar seu namorado, como de costume. A briga com a mãe lhe estressara, e ele era seu único ponto de paz em meio de toda a confusão que era sua vida. Desde que o conhecera em sua primeira festa, aos dezesseis anos, o garoto alguns anos mais velho era a sua única razão de manter-se forte.


Ao chegar na casa dele, a pobre menina, porém, deparou-se com a cena que partiu seu coração em mil pedaços.


Sempre se encontravam em baixo de uma grande laranjeira que ficava ao lado de sua casa, onde geralmente ele estacionava seu carro, mas agora, o que via era outra garota em seu lugar. Tinham os lábios selados, sendo espremido por a outra contra o carro.

Ela apenas correu. Não disse nada, não fez com que ele percebesse sua presença, apenas fugira, deixando um rastro de lágrimas pelo caminho.

Foi direto para seu quarto
 e chegou derrubando tudo, sem ligar para seus pais, o barulho, nem nada, apenas queria descontar sua raiva e magoa. Sua cabeça estava explodindo, todos seus bons momentos juntos passavam por sua mente, e sentia seu coração cada vez menor. O ultimo objeto lançado em seu acesso de fúria acertou um copo d'água no móvel ao lado da tevê, e aos poucos, algumas gotas foram descendo até a tomada na parede, causando um pequeno curto-circuito, mas a menina estava tão alterada que não foi capaz de perceber. Queria ter um jeito de acabar com sua dor, então, lembrou-se de seus remédios ante-depressivos que tomava antes de conhecer o garoto. Abriu sua gaveta e pegou o frasco em sua mão. Estava cheio. Não leu as instruções, que alertavam-na de tomar apenas uma certa quantia, e como efeito, acabou desmaiando sobre sua cama. Mas apenas dormia.

Foi rápido. Dizem que quando se está triste, dormir é o melhor remédio, mas para ela não foi; mesmo ao efeito do remédio, sonhava com a cena terrível que havia visto, via seu namorado, a pessoa  que ela mais amava e confiava no mundo, a traindo com uma qualquer. Em seu sonho, ela se via correndo pelas ruas escuras novamente com várias lágrimas escorrendo de seus olhos e uma dor inexplicável em seu coração, que se tornava cada vez mais forte, como se algo o atravessasse.


Abriu seus olhos de súbito. E assim morreu, com olhos abertos. A dor em seu coração que sentia no sonho virara realidade. Um grande pedaço do teto em chamas da sua casa de madeira caiu sobre seu corpo, bem acima do seu peito, perfurando seu órgão vital. Estava anestesiada com a dor da traição, que não percebera um incêndio cominando em seu quarto. Apenas abriu seus olhos, em reação instantânea ao choque, e permaneceu assim até o outro o dia, quando as chamas já haviam sido cessadas, e retiravam o seu corpo morto, e o de seus pais.


- E mesmo depois do incêndio, - Jason continuou - alguns anos depois construíram esse reformatório no local do acidente, e dizem que a alma da menina continua aqui, mais exatamente no quartinho, que era o seu quarto, sem descanso e com uma magoa eterna na parte de seu corpo onde um dia já teve um coração batendo de amor.

Continua.

Omg kajdkjsdkskdj ok, já podem acender as luzes e se certificarem que não tem ninguém observando vocês uahauhauhau. Que tenso, né? Pois é, mas isso ainda não é nada com o que vocês vão ver nessa fic muahaha. Basta comentarem pra conseguir seus capítulos novinhos em folha hihi E por favor, COMENTEM! Quero muito saber a reação de vocês sobre esse capítulo! É assim que eu pretendo manter a fic, com um suspense básico, se você não gosta desse tipo, então é melhor desistir. Não continuo com menos de 45 comentários, vamos lá!

Ps: Respondi alguns comentários no capítulo passado da fic, em geral eu respondi os maiores, então se você acha que pode ter sido respondida vai lá dar uma conferida, e espero ter ajudado com a resposta. Mandem mais que vou tentar responder todas! 

Curtam a página do blog no face e me perguntem no ask!

Gio Xx

50 comentários:

  1. nossa quase murri aki, eu hein. ai credo q historia essa deu até arrepios
    continua

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por com certeza fazer com que eu durma de luz aceza oji rç' hgJu' ai fds do mesmo jeito eu agarrava o Justin u.u , que se dane se tem um fantasminha mim seguindo e talz ;-; Ai cara, continua pq sim, eu to mandando e acabou u.u kkkkkkkkkkkkkkk' amo IB's desse gênero, então nem pare u.u, e povo gostoso, comentem neh, nn quero ficar sem capitulos nn rum u.u
    Eh isso, continua =)

    XoXo

    ResponderExcluir
  3. nossa que historia fiquei ate com medo kkkk, continua flor .*--*

    ResponderExcluir
  4. posta logo pelo amor de deus e por favor divulga o meu blog?
    http://imaginebeliebercometrue.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. MANOOOOOOOOOO! QUE ISSO? mt foda,tipo demais. Continua meu,eu acho q não vou conseguir dormir hj KKK CONTINUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA TA PERF DEMAIS

    By: Ana Julia

    ResponderExcluir
  6. OMG que perfeitoo !! Então aquela voz era, ou deveria ser a garota ? Que incrível !!! Continuaa

    ResponderExcluir
  7. que história triste, pqp. agora, essa menina que morreu por causa da traição do namorado vai tentar proteger mesmo a spencer. haha que legal. nao teve justin nesse capitulo :( nossa, é se ter os comentarios que voce pediu que vc posta rapidinho mesmo!
    esta muito legal! esse suspense todo deixa a historia mais cativante, sei la. uma pergunta: essa historia dessa garota que morreu e etc, aconteceu a muito tempo?
    Beijos gi

    ResponderExcluir
  8. vey não sei o que você vai fazer da sua vida, mais se você for escritora ou algo do tipo cara você vai ter muito sucesso por que PUTA QUE PARIU você escreve muito bem (porque você pego um pedaço 'bobo' de historia e fez com que se parecese um pequeno pedaço de um livro MUITO FODA ). E outra essa fic CONTINUA muito muito muito boa mesmo ..... como de costume nér kkkkkk CONTINUA VAI :D :D

    ResponderExcluir
  9. Isso nao eh nada do que veremos na fic ? Meu senhor o negocio vai ser tenso entao ein, que medo

    ResponderExcluir
  10. OMGGGGGGGGGGGG to ansiosa pra caralho

    ResponderExcluir
  11. Vc escreve MUITO bem !! Se um dia vc quiser ser escritora va em frente por favor ! Morrendo aqui com esse capitulo, sabe quando vc ta tão entretida na historia que esqueçe de tudo que esta fazendo e se sente dentro da fic, se desesperando nas horas tensas??? Bom, é assim que eu fico lendo seus capitulos! Ta ótimo, continua logo !!

    ResponderExcluir
  12. velho vc mora em Volta Redonda ne ? qe super eu tbm ' eu sei disso porqe tenho vc no face ' aaaaaaaah socrr nao to belivando

    ResponderExcluir
  13. #Chocada !! Fiquei com medo agora ... Aquela voz era da meninas né ??? Senhor ...!! hahahhahaha' Muito demaais ! Continua linda . 2Beijos .

    ResponderExcluir
  14. OMG! tipo amei de mais, continua logo por favor!

    ResponderExcluir
  15. aaaa! serio amei o capitulo, cheguei até a ficar com medo!, continua!

    ResponderExcluir
  16. Fiquei com medo, serio. Continua bjs!

    ResponderExcluir
  17. Continuaaaaaaa ta perfeito

    ResponderExcluir
  18. *--------* perfeito *o* quero ver logo o justin e ela juntos :3 cooooonnnnntttiiinuuuua!!!!!

    ResponderExcluir
  19. Eu simplesmente AMEIIIIII, Está mt mt foda!!'
    Continuaaaaaaaaaaa pooooor faaaaavooooor.

    ResponderExcluir
  20. Ta muiiitooo perfooo, love thius IB!!
    Continua please.

    ResponderExcluir
  21. Ui. Muito tenso hahaha ai, eu amo suspense, você TEM que continuar logo! Essa fic é tão maravilhosa, preciso de mais capítulos! Continua logo <3

    ResponderExcluir
  22. Com licença, gente. Uma das comentadoras favoritas passando u.u ~sentiu q to me sentindo né? kk'~ VÉI, QUERIA EU TER UM JUSTIN PRA MIM, AI. EU QUERO!!1! Ah, espero pacientemente que minhas perguntas sejam respondidas logo. Ok, é mentira, só espero mesmo apodsk esquece a parte da paciência. Eu realmente quero saber o pq dessa voz ter aparecido SÓ pra Spencer :c
    Impressão minha ou o Jason ta começando a gostar da Spencer? CARA, EU NÃO DEIXARIA BARATO UMA TRAIÇÃO! JURO QUE METO A PORRADA NA VADIA!!! Tolerância ZERO para traição.
    "Avisos: Linguagem imprópria, nudez, sexo, álcool, drogas, morte, assassinato, sobrenatural, almas, tortura." Vai demorar para chegar a parte do assassinato? Só estou imaginando quem vai ser o/a assassino/a *-* e tipo, quem vai morrer. Véi, porra, na boa? Vai ser foda!
    Bem, neste capítulo não tenho muito o que dizer, já que este foi mais para explicar a "assombração", enta1 AL~S]dAL]A~LP NÃO CONSIGO ME CONTROLAR APODSK TO DOIDA PRO PRÓXIMO CAPÍTULO!!! Preciso de uma continuação, tipo, imediatamente!

    BieberKiss ADEUXX

    ResponderExcluir
  23. Oh My Bieber... Sua fic é perfeita... Continua...

    ResponderExcluir
  24. AI sua diva continua *.* ta muito legal,haja imaginação hem adhsaudaidashdah,e obg por me deixar com medo com essa historia huahauhauahua mentira ficou muito **** continua,estou adorando!!!

    ResponderExcluir
  25. mano, fiquei com medo KKKK continua

    ResponderExcluir
  26. OMG, adorei a história do quartinho. Continua, esta perfeito.

    ResponderExcluir
  27. Ta perfeito, continua..

    ResponderExcluir
  28. GEEENTEE, UMA DAS COMENTADORAS FAVORITAS PASSANDO!!!!! COM LICENÇA PQ AGORA TO ME SENTINDO U.U
    "- Nada mais aconteceu? Ele tentou algo?
    - Não.
    Menti." AAAWNNN "ELE TENTOU ALGO?" O Jason ta apx né? apodsk to meio iludida, então se eu falar/digitar alguma coisa do tipo nada a ver ignore, o.k? O.k
    Véi, eu to muito curiosa para saber o porquê dessa voz ter aparecido só pra Spencer. Bom, pelo menos o que eu sei foi que apareceu só pra ela, né?
    "com uma magoa eterna na parte de seu corpo onde um dia já teve um coração batendo de amor." Jason filósofo ativado com sucesso apodsk.
    CARA, EU JURO QUE SE MEU NAMORADO ~imaginário pq a vida é triste~ ME TRAI AAA -'- ACABO COM A RAÇA DA PROSTITUTA DE QUINTA!! E nele só vai dar pra dar uns tapas, né. Até pq ele seria mais forte que eu, muito triste. Chorei lágrimas molhadas -oh, sério?-
    Gio, se isso ainda não é nada do que a gente vai ver na fic ´ÇD]ÇFD[DÇED~S.DSL].DX CADE O CONTROLE?? VOU PIRAR, CARA!
    Ainda preciso dizer que necessito de uma continuação imediatamente? Bem, de qualquer modo, continue logo, o.k? O.k

    BieberKiss

    ResponderExcluir
  29. Tá muito show, continua logo !

    ResponderExcluir
  30. Q perfeito, quero ler o capitulo 6 logo.

    ResponderExcluir
  31. Tô amando a história. Continuaaaa

    ResponderExcluir
  32. Continua, tá muito boa !!

    ResponderExcluir
  33. A fic tá perfeita !!! CONTINUAAA !!!!

    ResponderExcluir
  34. Vc tem muito talento, tá cada vez melhor!

    ResponderExcluir
  35. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  36. OMG, tô adorando o suspense e tomara q role um beijinho entre o Justin e a Spencer logo.

    ResponderExcluir
  37. Parabéns, tá muito boa a fic. Continua!

    ResponderExcluir
  38. A fic tá ótima !! Tô amando.

    ResponderExcluir
  39. E quando você pensa que essa fic não pode ficar melhor, ELA FICA ! Estou abismada com tanta perfeição. Sua fic tem um enredo surpreendente, uma coisa que prende a gente. Enfim, estou apaixonada por sua fic e sem mais. A história de terror foi realmente chocante ! Eu adorei ! Foi totalmente misteriosa e com bastante no suspense. Admito que no começo pensei que o tal do menino era o Justin HSUAHSAUSHAUSHUASHUA' Enfim, continua logo ! Estou amando, beijooos

    ResponderExcluir