12 de nov de 2012

"Pobre é o amor que pode ser descrito."


A garota estava sentada em sua frente o olhando nos olhos, pôs suas mãos a segurar o rosto dele, o mesmo apenas esperava o que ela tinha a dizer.

- Eu avisei. - começou. - Eu sabia que isso ia acontecer mas você estava cego. São seja idiota, pare de ter pena de si mesmo. Esqueça. Você e eu sabemos que ela não teve motivos para terminar com você e isso foi apenas uma desculpa que ela encontrou para te dar um pé na bunda. - ele fechou os olhos, cansado. - Não, não feche os olhos, eu preciso que olhe para mim enquanto falo isso. - ele abriu e pôs-se a ouvi-la atentamente. - Eu te amo. E sempre vou estar aqui para você, como sempre estive... não esqueça disso, por favor. - disse com a voz falha, ele apenas continuava a observá-la surpreso e confuso ao mesmo tempo. - Eu quero muito que você seja feliz, você tem milhões de garotas aos seus pés, pode conhecer alguém melhor... sem contar, claro, você é muito novo para se apegar a um relacionamento sério desse jeito. Você merece ser feliz. Você faz tantas pessoas felizes...você me faz feliz. Eu amo seu jeito de menino-homem e não me importo com ele, você sabe disso... Você sempre me faz rir, mesmo quando eu estou com raiva do mundo e suas pessoas... Você é o único que, mesmo sem ter ideia, me fez um bem que ninguém mais conseguiu fazer. E também me magoou algumas vezes, mesmo sem saber. Porque você não é perfeito e assume isso ao mundo, porque assim como você, ninguém é perfeito. Eu amo isso em você, sua humildade continua mesmo tendo tudo. Eu amo você, cada traço do seu rosto, cada sorriso e careta, até os sinais que você tem espalhado pelo seu rosto. - sorriu, e viu que ele também possuía um sorriso torto, quase tímido, no canto do rosto. - Eu te amo como você é, nunca se esqueça disso... - Mal terminara de falar quando sentiu os lábios do garoto nos seus, até ela quebrar o beijo. - Desculpe, mas eu... não posso.
- Pensei que quisesse também. - era a primeira vez que ele falava desde que a garota entrara em seu quarto.
- Sim, mas eu não quero ser segunda opção. Nós dois sabemos que se ela estalar os dedos você volta correndo como um cachorrinho - ele desviou o olhar dela, o maxilar travado. - Você não gosta de mim... - abaixou a cabeça sentindo os olhos arderem.
- É claro que eu gosto. - pegou no queixo dela fazendo com que ela o olhasse nos olhos - Muito.
- Mas não me ama. Não assim... - e então sem querer acabou deixando uma lágrima escapar, esta sendo limpa por ele logo em seguida.
- Não ainda. Mas eu posso tentar. - Ela, cansada, encostou sua testa na dele, deu-lhe um beijo no rosto e se afastou querendo ir embora mas algo a impediu, algo que nem ela sabia, mas esse algo fez com que ela virasse novamente, o atacando com um beijo. Respirou fundo.
- Eu te amo tanto. Tanto. - sussurrou. Ele pôs a segurar o rosto dela em suas mãos.
- Então deixe-me amá-la também. Deixe que eu seja seu hoje, deixe-me amá-la. - sussurrou beijando-a em seguida. A menina nada disse.

Então ele beijou a bochecha esquerda dela, depois a direita, beijou sua testa, depois o queixo e o pescoço, depositando pequenas mordidas no local, fazendo-a se arrepiar. E por fim, beijou-lhe a boca vagarosamente , se entregando a um turbilhão de sentimentos que nem ele poderia descrever o que eram. Apenas sentiu. Sentiu e gostou.

Aos poucos, foi deitando-a no sofá onde estavam, ficando por cima, uma mão apertando a cintura da garota enquanto a outra mão se perdia em seus cabelos. Ela acariciava de leve sua nuca, um carinho bom, pensou. Ele queria aquilo há tempos, ao contrário do que ela pensava, ele nunca iria ser segunda opção, pelo menos não para ele. Ele apenas demorara para enxergar o que era óbvio tanto que talvez, cego como estava, nunca iria perceber e foi preciso que ela lhe dissesse. Ainda estava confuso, era verdade, mas sabia de uma coisa: Naquele dia, iria amá-la das melhores formas que sabia, iria fazer ela só, e unicamente, dele. E iria ser somente dela. E foi pensando nisso que começou a puxar a camisa dela para cima, se livrando dela em seguida, enquanto ele fazia o mesmo com ele. Logo as suas roupas foram jogadas no chão enquanto eles se fundiam em um só. Não se importavam com o que iria acontecer depois, naquele momento era como se apenas eles existissem no mundo. Ele estava amando-a. Amava-a de um jeito que ela acabara se sentindo como a própria Psiquê¹ sendo amada por Eros². A única coisa com que se importavam era em sentir um ao outro. O encaixe perfeito, era o que ambos pensavam em meio aos beijos e carícias.

Psiquê¹ & Eros²: Personagens da lenda grega, Psiquê e Eros.

By: Ally (@itsmykidrauhl)

Para quem não entendeu, é sobre o fim de Jelena, obviamente. Essa fic já vinha na minha cabeça há tempos mas obviamente eu só iria postá-la quando acabasse a merda toda. Enfim, o garoto é o Justin, obviamente. A garota simboliza todas as Beliebers, por isso não tem nome. É apenas 'o garoto' e 'a garota'. Espero que tenham gostado. A frase do título é de Shakespeare. Passei a gostar depois de ler uma fic chamada Ópera. Enfim, se cuidem.

28 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. É lindo, um amor envolvente...

    Por que escreveu? Eu ão entendi muito bem... mas, amei :)

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. se é lixo pq vc leu ?? ñ tem nem coragem de tirar do anônimo tem em tão cala o cu

      Excluir
    2. entra em anônimo pra ninguém descobri,eu sei que quem postou esse comentário,foi um JELENATOR...
      é tão medroso (a) que coloca anônimo....
      NÃO COMPARE ISSO COM A SUA CARA,POR QUE SUA CARA TEM UMA DEFINIÇÃO.'..
      'IDIOTA'
      A VC VEM E DIZ 'QUEM TEM CARA É CAVALO'
      E EU FALO 'VOCÊ É UMA POR ISSO FALEI CARA'

      ALLY NÃO LIGA PRA ESSE BANDO DE FILHO DA PUTA,QUE TEM INVEJA DE VC,O RECALQUE DESSA PESSOA BATE E VOLTA.

      Excluir
  4. Ai mentes pequenas , eu entendi e amei , for sure :)

    ResponderExcluir
  5. Esse povo q comenta q foi ruim dee ser um monte de burra q n sabe interpretar kkkkkk eu ameiii e qual o link dessa fanfic ilera??

    ResponderExcluir
  6. Que lixo é esse cara? Vê se respeita q aceita tá bom? Fdp _|_

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ve se não fala merda pq eu Ameeeeei mt liindo
      E guarde essa sua inveja pra si anônimo

      Excluir
    2. Não é lixo não , é porque você tem uma mente pequena demais pra entender e interpretar. Se não entendeu , chamar de lixo só aumenta a sua estupidez ;)

      Excluir
    3. NÓS MANDAMOS BEIJOS PARA O SEU RECALQUE Anônimo!
      se ferre e de seu c* pra lá mesmo.

      Excluir
  7. Perfeita, tô doida pra que comece *---*

    ResponderExcluir
  8. é linda de mais!!! perfeita!! as pessoas que não entenderam e que criticaram não sabem ler, não tem senso, não sabe o que é uma boa história! Perfeito! serio esta de mais, perfeita mesmo!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Meu deus amei e enteni a fic

    ResponderExcluir
  10. Amei demais, e amei mais ainda porque simboliza o fim de Jelena eheheh

    ResponderExcluir
  11. putz, chorei :')
    história mais linda q eu já li até hoje

    ResponderExcluir
  12. Mas que coisa mais perfeita, é sério, foi lindo! Eu amei :)

    ResponderExcluir
  13. nossa ameeeeeei vc escreve muuuuuito bem parabens!!!! posta maiss

    ResponderExcluir
  14. ta , calma , respira , inspira ...
    PORRA VELHO , QUE PERFEITO , AI MEU DEUS EU TÔ MORRENDO E A CULPA É SUA ! NOSSA , PERFEITO DEMAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIS *-*

    ResponderExcluir
  15. Perfeição!! (: ficou mt bom,tipo AMEI!

    ResponderExcluir
  16. Perfeição!! (: ficou mt bom,tipo AMEI!

    ResponderExcluir
  17. Awn achei tão lindo' eu chorei no começo na parte que ela fala' *--* Tipo... amei, muito perfeito *--*
    Na hora que ela começou a falar que amava ele e pans eu já entendi que tava se referindo a "beliebers & Justin" A-M-E-I

    ResponderExcluir
  18. Mtoooooooo perfeito, se não tem ideia! foi uma das coisas mais lindas e profundas que já li! chorei até ahsuahs tipo, tava tocando She we be loved pra ajudar néh ¬¬ mtoo perfeito Ally, estou morrendo de sdds das suas IB's e não via a hora de vc voltar! bjooooooos

    ResponderExcluir